Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21349
Title: Evolução da cultura de segurança em hospitais antes e após a implantação do programa nacional de segurança do paciente
Authors: Andrade, Luiz Eduardo Lima de
Keywords: Segurança do paciente;Cultura organizacional;Gerenciamento de segurança;Qualidade da assistência à saúde
Issue Date: 13-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ANDRADE, Luiz Eduardo Lima de. Evolução da cultura de segurança em hospitais antes e após a implantação do programa nacional de segurança do paciente. 2016. 123f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Introdução: A promoção de uma Cultura de Segurança do Paciente (CSP) nas organizações de saúde tem sido recomendada como uma prática que contribui para a redução do risco de danos desnecessários associados ao cuidado de saúde, porém não há evidências das intervenções em saúde pública que devem ser implantadas. O sistema de saúde brasileiro regulou uma série de medidas para este objetivo, porém sua efetividade ainda não foi avaliada. Objetivo: Analisar o efeito do Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) na Cultura de Segurança do Paciente. Método: Trata-se de um delineamento quase-experimental com abordagem descritivo-analítica. A CSP foi avaliada em três hospitais com diferentes perfis, três meses antes (n=215) e quinze meses após (n=450) a implantação do programa nacional de segurança do paciente. Utilizou-se um instrumento validado e adaptado à realidade brasileira (Hospital Survey On Patient Safety Culture). A evolução da CSP foi avaliada por meio de 14 indicadores simples e 2 compostos. Resultados: A CSP teve evolução positiva de forma consistente após a implementação do PNSP. Os hospitais melhoraram a CSP em 14 dos 16 indicadores avaliados, que incluem 11 das 12 dimensões avaliadas, a Porcentagem de Respostas Positivas total, a média da nota para a segurança do paciente e o índice de CSP. O hospital que apresentou maior melhoria foi o estadual seguido do federal e privado, isto demonstra que o PNSP foi um indutor da homogeneização dos serviços prestados no Brasil, pois esta ordem era inversa do nível de cultura antes do PNSP. Conclusão: O estudo evidencia uma melhoria consistente da CSP em hospitais após o PNSP, apontando para a efetividade da regulação nacional externa, que por sua vez aparentam ser moduladas pela variabilidade do contexto interno.
Abstract: Introdution: Promoting Patient Safety Culture (CSP) in health organizations has been recommended as a practice that contributes to reducing the risk of unnecessary harm associated with health care, but there is no evidence of public health interventions They should be deployed. The Brazilian health system has regulated a series of measures for this purpose, but its effectiveness has not been evaluated. Objective: To analyze the effect of Patient Safety National Program (PNSP) on Patient Safety Culture. Method: This is a longitudinal quase-exprimental design with descriptive and analytical approach. The CSP was evaluated in three hospitals with different profiles, three months before (n = 215) and fifteen months (n = 450) the implementation of national patient safety program. We used a validated instrument and adapted to the Brazilian reality (Hospital Survey On Patient Safety Culture). The development of CSP was evaluated by simple indicators 14 and 2 compounds. Results: The CSP had positive developments consistently following the implementation of PNSP. Hospitals improved CSP in 14 of the 16 indicators assessed, including 11 of the 12 dimensions evaluated, the total Positive Response Percent, the average score for patient safety and the CSP index. The hospital with the highest improvement was the state followed by federal and private, it shows that PNSP was an inducer of improving of services in Brazil, since this order was reversed culture level before PNSP. Conclusion: This study shows a consistent improvement of CSP in hospitals after PNSP, pointing to the effectiveness of external national regulation, which in turn appear to be modulated by the variability of the internal context.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21349
Appears in Collections:PPGSCOL - Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuizEduardoLimaDeAndrade_DISSERT.pdf1.38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.