Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21719
Title: Sistema financeiro e financiamento do setor agropecuário no contexto macroeconômico brasileiro: uma análise da evolução, magnitude e distribuição do crédito rural segundo as regiões, os produtos e os produtores (2000 – 2010)
Authors: Oliveira, Francisca Suerda Soares de
Keywords: Sistema financeiro nacional;Mecanismo de finance-funding;Crédito rural;Política macroeconômica;Commodities
Issue Date: 10-Jun-2016
Citation: OLIVEIRA, Francisca Suerda Soares de. Sistema financeiro e financiamento do setor agropecuário no contexto macroeconômico brasileiro: uma análise da evolução, magnitude e distribuição do crédito rural segundo as regiões, os produtos e os produtores (2000 – 2010). 2016. 110f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O marco institucional que orientou a criação do modelo agrícola brasileiro no período recente, foi constituído por duas estratégias fundamentais: de um lado, priorizou as grandes empresas e cooperativas, visando a exportação e com isso a contribuição da agricultura com o equilíbrio da balança comercial; de outro, criou linhas de crédito específicas para os diversos tipos de agricultura familiar no Brasil. Assim sendo, a estratégia de modernização do setor agropecuário - tanto patronal quanto familiar - considerou o crédito rural como seu instrumento fundamental, ao lado da pesquisa agropecuária, da política de preços e dos mercados institucionais. Diante do exposto, o objetivo desta dissertação é compreender como é constituída a relação finance-funding para o mercado de crédito rural brasileiro, e a partir disto, analisar a utilização, magnitude e distribuição do crédito rural no Brasil, segundo as regiões, os produtos e os produtores. Com isto, pretende-se fornecer uma análise da relevância do crédito rural na estratégia do ajustamento macroeconômico - geração e apropriação do excedente econômico do setor primário - perseguida a partir do segundo mandato do governo de Fernando Henrique Cardoso, exitosa no Governo Lula no período 2003/2007, quando vigorosos saldos comerciais, oriundos dessas exportações, superaram o déficit de serviços da “Conta-Corrente”, tornando-a superavitária. Dado o papel conferido à agricultura dentro da dinâmica econômica nacional, e a função estratégica do crédito rural para fortalecer esse segmento, indaga-se como questão de pesquisa: é a política macroeconômica que determina a direção do crédito rural ou as prioridades na utilização do crédito rural são determinadas pela dinâmica da política regional? Na busca de resposta para esta questão, foram utilizadas pesquisas bibliográfica e documental. Os dados foram coletados nos sites do Banco Central (BACEN); do Ministério do desenvolvimento, Indústria e Comércio exterior (MDIC/SECEX); do Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA) e do AGROSTAT - Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro. As séries de valores foram devidamente organizadas e deflacionadas pelo índice de preço por atacado-disponibilidade interna (IPA-DI). Hipoteticamente acredita-se que é a Política Macroeconômica que dá sentido e direção ao crédito rural. A Política Regional de desenvolvimento rural e/ou prioridades locais são subordinadas à Política Macroeconômica, em particular, à garantia de superávit da Balança Comercial. Desta forma, o crédito rural concentra-se nos grandes produtores de commodities, localizados nas regiões mais desenvolvidas do país.
Abstract: The institutional framework that guided the creation of the Brazilian agricultural model in recent years consisted of two basic strategies: on the one hand, prioritized large companies and cooperatives in order to export and thus the contribution of agriculture to the balance of trade; on the other, created special credit lines for the various types of family farming in Brazil. Therefore, the modernization strategy of the agricultural sector - both commercial as family - considered rural credit as its key instrument, alongside agricultural research, pricing policy and institutional markets. Given the above, the aim of this work is to understand how the relationship finance-funding for the Brazilian rural credit market is made, and, from this, analyze the use, magnitude and distribution of rural credit in Brazil, according to the regions, the products and producers. Thus, it is intended to provide an analysis of the relevance of rural credit in the macroeconomic adjustment strategy - generation and appropriation of the economic surplus of the primary sector - chased on the second term of Fernando Henrique Cardoso government, successful in the Lula government in the period 2003/2007, when strong trade surpluses, arising from these exports, exceeded the deficit of services of the "Current Account", making the surplus. Given the role conferred on agriculture within the national economic dynamics, and the strategic role of rural credit to strengthen this segment, it is asked as the research question: is macroeconomic policy that determines the direction of rural credit or priorities in the use of rural credit are determined by the dynamics of regional policy? In seeking to answer this question, bibliographic and documentary research were used. Data were collected on the Central Bank website (BACEN); the Ministry of Development, Industry and Foreign Trade (MDIC/ SECEX); IBGE Automatic Recovery System (SIDRA) and AGROSTAT - Brazilian Agribusiness Foreign Trade Statistics. The rural credit values series were duly organized and deflated by the price index for domestic wholesale-availability (IPA-DI). Hypothetically it is believed that is the macroeconomic policy that gives meaning and direction to rural credit. The regional policy of rural development and/or local priorities are subordinated to macroeconomic policy, in particular, the trade balance surplus of collateral. Thus, the rural credit focuses on large commodity producers, located in the most developed regions of the country.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21719
Appears in Collections:PPGECO - Mestrado em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SistemaFinanceiroFinanciamento_Oliveira_2016.pdf2,36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.