Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/22061
Title: (Re)contando histórias: relatos autobiográficos de mulheres, vítimas de violência doméstica, abrigadas em Natal/RN
Authors: Rêgo, Shirley de Figueiredo Medeiros
Keywords: Violência contra as mulheres;Crime contra as mulheres;Violência doméstica;Relatos autobiográficos
Issue Date: 4-Nov-2016
Citation: RÊGO, Shirley de Figueiredo Medeiros. (Re)contando histórias: relatos autobiográficos de mulheres, vítimas de violência doméstica, abrigadas em Natal/RN. 2016. 140f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A presente pesquisa tem como contexto a violência doméstica contra a mulher. Essa é entendida como qualquer ação que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico, ocorrida no ambiente doméstico, ou ainda praticada por cônjuge, companheiro, amante ou ex-namorados, fora desse ambiente. Constitui uma grave violação de direitos humanos com sérias consequências para a saúde física e emocional da mulher. As estatísticas mostram que, apesar dos avanços nesse campo, ainda é alto o número de pessoas que vivem nessa condição. Tais números evidenciam a necessidade de contínuas discussões na busca de estratégias e políticas para a prevenção e o enfrentamento dessa forma de violência, bem como para o apoio à mulher agredida. Para subsidiar tais reflexões, é preciso conhecer melhor quem são as mulheres que vivem nessa situação, perguntar o que é importante para elas, o que pensam sobre a condição em que vivem, quais são seus desejos e sonhos. Tal escuta significa ir além de uma prática assistencialista, uma vez que lhes concede um lugar diferente do de vítimas, considerando-as como sujeitos que podem dizer de si. Dessa forma, trata-se de um estudo qualitativo, que busca compreender a experiência dessas mulheres acerca da relação de violência doméstica que vivenciam. O acesso às narrativas se deu através da realização de oficinas, nas quais foram utilizados escritos, desenhos e/ou recortes de revistas escolhidos por elas mesmas, para disparar a fala sobre suas histórias. Após a produção dos relatos, o material das oficinas foi analisado através da hermenêutica gadameriana – que se vale da linguagem no centro da experiência do sujeito com o outro, dentro de uma historicidade demarcada pelo tempo e espaço – em articulação com a perspectiva relacional sobre a violência doméstica. A análise além de confirmar a relevância da escuta aos aspectos subjetivos, ressaltou a importância que os companheiros ocupam na vida das mulheres, destacando a dificuldade que elas apresentam para romper com a situação de violência e para articular estratégias que viabilizem mudanças em suas vidas.
Abstract: This study comes to the context of domestic violence against women. This is understood as any action that causes death, damage or physical, sexual or psychological suffering that occurred in the home, or committed by a spouse, partner, lover or ex-boyfriends out of that setting. It has constituted a serious violation of human rights with serious consequences for women’s physical and emotional health. Statistics have shown that despite advances in this field, it is still high number of people living in this condition. These figures have highlighted the need for ongoing discussions in order to search strategies and policies to prevent and confront this form of violence and to support the battered woman. To support these reflections, we need to know better who are the women who live in this situation, ask what is important to them, as well as what they think about the condition in which they live and what are your wishes and dreams. Such listening means going beyond a welfare practice, since it grants them a place other than the victims, considering them as subjects who can tell yourself. It is thus a qualitative study that seeks to understand the experience of these women in on the relationship of domestic violence they experience. Access to narratives are given by conducting workshops in which were used writings, drawings and/or magazine clippings chosen by women, to trigger talk about their stories. After the production of reports, the material of the workshops was analyzed by Gadamer's hermeneutics - that aims the language at the center of the subject's experience with each other, within a historicity demarcated by time and space - in conjunction with the relational perspective on domestic violence. The analysis in addition to confirming the importance of listening to the subjective aspects highlighted the importance that the partners have occupied in the lives of women, highlighting the difficulty they have to break with the violence and to articulate strategies that enable changes in their lives
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22061
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ShirleyDeFigueiredoMedeirosRego_DISSERT.pdf1,77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.