Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/22440
Title: Cartografias do além: o mundo dos vivos e o universo dos mortos no antigo Egito
Authors: Matias, Keidy Narelly Costa
Keywords: Livro dos Mortos;Papiro de Ani;Cartografia do Além;Literatura funerária
Issue Date: 22-Aug-2016
Citation: MATIAS, Keidy Narelly Costa. Cartografias do além: o mundo dos vivos e o universo dos mortos no antigo Egito. 2016. 199f. Dissertação (Mestrado em História) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O Livro dos Mortos é um dos documentos mais conhecidos do Antigo Egito. Trata-se de uma espécie de guia que o morto utilizava em sua busca pela eternidade; desvela algumas ideias egípcias relativas ao destino post-mortem, apresentando o mundo dos mortos como um lugar onde os egípcios deveriam praticar essencialmente aquilo que se fazia em vida. Identificamos a presença de dois motivos recorrentes no Livro: a necessidade de se movimentar e de se alimentar após a morte. Desta forma é que o morto poderia se restabelecer do caos representado pela finitude do corpo físico. Neste trabalho, propomo-nos a classificar e a analisar esses dois motivos recorrentes nos capítulos do Livro dos Mortos de Ani, datado do Novo Império. Com isso, apoiamo-nos na ideia de que o mundo dos mortos era uma extensão daquele dos vivos e de que o Livro dos Mortos era uma verdadeira cartografia do além.
Abstract: The Book of the Dead is one of the most known documents of Ancient Egypt. It is a kind of guide, which the deceased used in their search for eternity. It reveals some Egyptian ideas concerning the post-mortem destination, presenting the world of the dead as a place where the Egyptians should essentially practice what they did in life. We identified the presence of two recurring motifs in the Book: the need to move and the need to eat after death. Through these, the dead could recover from the chaos represented by the finiteness of the physical body. In this study, we propose to classify and analyze these two recurring motifs in the chapters of Ani’s Book of the Dead, which dates from the New Kingdom. Based on that, we conceived that the world of the dead was an extension of the world of the living, and the Book of the Dead was a real cartography of the beyond.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22440
Appears in Collections:PPGH - Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KeidyNarellyCostaMatias_DISSERT.pdf3,04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.