Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/25048
Title: Formas linguísticas no processo da escrita dos pesquisadores em dissertações de mestrado: negociação de vozes
Authors: Ribeiro, Janima Bernardes
Keywords: Dissertação;Heterogeneidade enunciativa;Representação do discurso do outro;Negociação de vozes;Efeitos de sentido
Issue Date: 5-Dec-2017
Citation: RIBEIRO, Janima Bernardes. Formas linguísticas no processo da escrita dos pesquisadores em dissertações de mestrado: negociação de vozes. 2017. 209f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Investigam-se, nesta pesquisa, diferentes formas de manifestação das múltiplas vozes existentes em um texto, ou seja, das formas da heterogeneidade mostrada, como deriva da negociação do sujeito enunciador com o outro, em dissertações de mestrado da área de Letras. Para tanto, buscou-se responder os seguintes questionamentos: que formas linguísticas demonstram os modos como os pesquisadores negociam com outras vozes na escrita das dissertações? Quais são as estratégias adotadas pelos pesquisadores na negociação com as vozes alheias inseridas em seu texto? Que efeitos de sentido podem ser construídos em decorrência dos modos como essas vozes são mobilizadas/gerenciadas pelos pesquisadores na produção acadêmico-científica? Que formas de intervenção educativa podem advir desse descobrimento, colocando-se em favor da melhoria do ensino da escrita de textos acadêmico-científicos? Tomando por base essas inquisições, traçaram-se os seguintes objetivos: identificar e descrever as formas linguísticas mais recorrentes, reveladoras do modo como os pesquisadores negociam com as vozes alheias em dissertações de mestrado; analisar as estratégias adotadas pelos pesquisadores na negociação com as vozes alheias inscritas em seus textos; interpretar os efeitos de sentido que o uso dessas formas linguísticas da enunciação provocam na escrita dos pesquisadores; e sugerir formas mais viáveis de intervenções educativas, a serem aplicadas no processo de produção de textos na graduação, com vistas à melhoria da qualidade destes. Esta investigação apoia-se em parâmetros da pesquisa qualitativa, assumindo um caráter descritivo e interpretativo, uma vez que a análise perpassa, primeiramente, pelo limite restrito das formas linguísticas para, então, abordar os modos de organização e funcionamento do texto acadêmico-científico. Em sua fundamentação teórica, faz ancoragem em alguns postulados conceituais: heterogeneidade enunciativa (AUTHIER-REVUZ, 1990, 1998, 2004, 2011), dialogismo (BAKHTIN, 2000, 2009) e interdiscurso (PÊCHEUX, 1990, 1997). O corpus constitui-se de 18 dissertações de mestrado, produzidas no período de 2006 a 2014, em universidades federais brasileiras nos Programas de Pós-graduação em Linguística. Nesse corpus, observa-se, prioritariamente, o capítulo de construção teórico-metodológica e o de análise dos dados das dissertações coletadas. Por meio das análises realizadas, chega-se à constatação conclusiva de que os pesquisadores se utilizam de diversas estratégias de escrita: seguem a mesma estrutura sintática de um texto fonte; constroem seu próprio enunciado com trechos do discurso do outro, operando pequenas modificações, devidas, quase sempre, a substituições de palavras, mudando apenas o seu invólucro semântico; e fazem uso de um texto fonte, alterando tão somente a ordem da sequência dos enunciados, mantendo as palavras alheias em sua integridade, chegando, por vezes, a uma total descaracterização de seu próprio discurso − do pesquisador. Por fim, os excertos analisados permitem visualizar uma tentativa de negociação do pesquisador com as vozes alheias mobilizadas como apoio teórico, em sua produção escrita, mas com uma ressalva para uma certa falta de maestria na utilização dessa estratégia. A pesquisa ainda revela que é possível alcançar uma melhoria na qualidade da produção do texto acadêmico-científico, em um contexto de ensino que dê atenção às formas de inserção das vozes alheias.
Abstract: This research investigates different forms of manifestation of the multiple voices existing in a text, that is to say, the forms of shown heterogeneity, as the drift of the subject enunciating’s negotiation with the other, in Master dissertations from the field of Languages and Literature. Thus, it aims to answer the following questions: Which linguistic forms demonstrate how the researchers negotiate with other voices during the dissertations writing process? What are the strategies chosen by the researchers in the negotiation with the others’ voices inserted in their texts? Which effects of meaning could be constructed as a result of the ways how those voices are managed by the researchers in the academic-scientific production? Which educational in-tervention methods may arise from the research’s findings, concerning the improvement of the teaching of academic-scientific texts writing? On the basis of those enquiries, the following objectives were stablished: identify and describe the most recurrent linguistic forms, that reveal how the researchers negotiate with the others’ voices in Master’s dissertations; determine strat-egies employed by the researchers when negotiating with the others’ voices inscribed in their texts; interpret the effects of meaning that the employment of those linguistic forms cause in the researchers’ writing; and, discover more efficient ways for educational intervention, to be applied in the process of writing production during undergraduate courses, in order to improve their quality. A qualitative research of descriptive and interpretative character was carried out, given that the analysis touches, firstly, the restricted limit of the linguistic forms to, secondly, approach the ways of organization and functioning of the academic-scientific text. The theoret-ical basis rests on some conceptual postulates from enunciative heterogeneity (AUTHIER-RE-VUZ, 1990, 1998, 2004, 2011), dialogism (BAKHTIN, 2000, 2009) and interdiscourse (PÊCHEUX, 1990, 1997). The corpus is composed of 18 dissertations, produced from 2006 to 2014, in Brazilian federal universities’ graduate courses from the field of Linguistics. In this corpus, the primary observed chapters were the ones of theoretic-methodological construction and the ones of data analysis. By means of the analysis carried out, it is possible to conclude that the researchers use many writing strategies: they follow the same syntactical structure of a source-text; they construct their own utterances with parts of the other’s discourse, undergoing small modifications, caused, often, by the words’ substitutions, changing only the semantic structure; and, they rely on a source-text, changing only the sequence of the utterances, keeping the others’ words in integrity, even, sometimes, depriving their own discourse – the one of enunciator/ researcher – from its characteristics. In conclusion, the excerpts analyzed allow the view of an attempt of the researcher’s negotiation with the others’ voices employed as theoret-ical background, however there was also noticed a certain lack of mastership in the use of such strategy. The research also shows that it is possible to achieve an improvement in the quality of the academic-scientific text production, in a teaching context that focuses on the ways of the others’ voices insertion.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25048
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JanimaBernardesRibeiro_TESE.pdf3,67 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.