Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/25124
Title: A função política-pedagógica do Conselho Escolar da Escola Municipal Antônio Campos
Authors: Barros, Maria Luciene Urbano de
Keywords: Função política-pedagógica;Conselho escolar;Autoridade pedagógica
Issue Date: 23-Feb-2018
Citation: BARROS, Maria Luciene Urbano de. A função política-pedagógica do Conselho Escolar da Escola Municipal Antônio Campos. 2018. 126f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Esta dissertação tem como objeto de pesquisa a função política-pedagógica do Conselho Escolar da Escola Municipal Antônio Campos. Objetivamos compreender como essa função é exercida no cotidiano de uma escola que conquistou a credibilidade da comunidade onde ela se situa e que atingiu 6.5 no IDEB, além da inexistência de reprovação e evasão. Desenvolvemos a pesquisa orientando-nos pela seguinte pergunta: O Conselho Escolar da Escola Municipal Antônio Campos exerce a função política-pedagógica? Para responder a essa pergunta, assumimos como método o materialismo histórico e dialético; debruçamo-nos sobre os documentos da escola e realizamos entrevista do tipo livre conversacional. O arcabouço teórico que possibilitou a discussão teve como pano de fundo uma reflexão sobre consciência e política. Na vereda da consciência, a discussão se pautou nas concepções de Marx, Engels e Freire cujas formulações se encontram respectivamente em suas obras: Ideologia Alemã (2005) e Educação como Prática da Liberdade (1967). Nas veredas da política, estabelecemos um diálogo com as concepções de Aristóteles (2011) e Arendt (2006). Nesse movimento, discutimos a gestão democrática nas perspectivas emancipadora e gerencial imposta pela política neoliberal. Tudo isso para identificar o lugar do Conselho Escolar na tensão entre essas duas formas de gestão. Essa análise foi inspirada por leituras sobre o Estado brasileiro contemporâneo e o modelo gerencial que está posto na atualidade com a roupagem de gestão democrática, tais como: Krawczyk (2002); Bresser Pereira (1998); Soares (2003), entre outros. Neste sentido, compreendemos que o Conselho Escolar se apresenta como um colegiado concebido como espaço de reflexão e de aconselhamento; órgão máximo deliberativo da Escola. Dessa forma, o Conselho Escolar é o lugar onde se geram as condições de implicação consciente da comunidade escolar para construir as circunstâncias que possibilitam a aprendizagem dos estudantes, de tal modo que haja índice zero de reprovação e evasão. Concluímos que a autoridade pedagógica dos conselheiros escolares é a legitimação da prática política-pedagógica, em que se autoriza toda a comunidade escolar a construir os rumos dos processos educativos da Escola.
Abstract: This dissertation has as research’s object the political-pedagogical function of the School Council of the Municipal School Antônio Campos. We want to understand how this function is exercised in the daily life of a school that won the credibility of the community where it is situated and that reached 6.5 in the IDEB, besides the inexistence of disapproval and school dropout. We developed the research orienting ourselves by the following question: Does the School Council of the Antônio Campos Municipal School exercise the political-pedagogical function? To answer this question, we assume as method the Historical and Dialectical Materialism; we focused on the school documents and conducted an conversational free type’s interview. The theory that allowed the discussion had as background a reflection about conscience and politics. In this way, the discussion about conscience was based on the conceptions of Marx, Engels and Freire whose formulations are respectively in his works: German Ideology (2005) and Education as a Practice of Freedom (1967). On the discussion about politics, we established a dialogue with the conceptions of Aristotle (2011) and Arendt (2006). In this movement, we discuss democratic management in the emancipatory and managerial perspectives imposed by neoliberal politics. All this to identify the School Council‘s place in the tension between these two forms of management. This analysis was inspired by readings on the contemporary Brazilian State and the managerial model that is nowadays with the mantle of democratic management, such as: Krawczyk (2002); Bresser Pereira (1998); Soares (2003), among others. Along these lines, we understood that the School Council presents itself as a collegiate designed as a space for reflection and counseling; the highest deliberative body of the School. In this sense, the School Board is the place where the conditions of conscious involvement of the school community are generated to build the circumstances that make possible the learning of the students, in such a way that there is zero index of disapproval and school dropout. We conclude that the pedagogical authority of school counselors is the legitimation of the political-pedagogical practice, in which the whole school community is authorized to build the direction of the school's educational processes.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25124
Appears in Collections:PPGED - Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariaLucieneUrbanoDeBarros_DISSERT.pdf7,91 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.