Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/25750
Title: Eficácia da simulação realística no ensino de imunização de adultos no contexto da graduação em enfermagem
Authors: Costa, Raphael Raniere de Oliveira
Keywords: Simulação;Ensino de enfermagem;Atenção primária à saúde
Issue Date: 8-Jun-2018
Citation: COSTA, Raphael Raniere de Oliveira. Eficácia da simulação realística no ensino de imunização de adultos no contexto da graduação em enfermagem. 2018. 210f. Tese (Doutorado em Enfermagem na Atenção à Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: A simulação realística é uma estratégia valiosa de ensino e aprendizagem que vem sendo difundida e utilizada nos cursos de graduação em saúde e enfermagem. Porém, a sua eficácia, quando comparada aos métodos tradicionais de ensino, ainda carece de melhores evidências. Assim, o estudo teve por objetivo geral analisar a eficácia de estratégias de ensino e aprendizagem na aquisição de conhecimento e satisfação de discentes da graduação em enfermagem no ensino de imunização no contexto da Atenção Primária a Saúde (APS). Trata-se de um estudo experimental, do tipo Ensaio Clínico Controlado e Randomizado (ECCR) pré-teste e pós-teste. A amostra do tipo não probabilística por conveniência, foi composta por 34 estudantes de enfermagem, alocados em dois grupos de 17 (controle e experimental) respeitando as variáveis de controle: sexo, idade, Índice de Rendimento Acadêmico (IRA), experiência profissional na área de APS, e diagnóstico do Sistema Representacional Preferencial (SRP). Obteve parecer favorável junto ao Comitê de Ética em Pesquisa, CEP/UFRN, protocolo nº 1.958.827, e cadastrado na plataforma de Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos sob protocolo RBR-9sqr6b. Os dados foram coletados entre maio e junho de 2017. Os estudantes participaram de curso com 40 horas referente à imunização de adultos. O Grupo Controle (GC) participou do curso na modalidade 1: (exposição dialogada e treino de habilidades). O Grupo Experimental (GE), foi direcionado a modalidade 2 (exposição dialogada, treino de habilidades e simulação realística). A eficácia das estratégias de ensino e aprendizagem foi aferida mediante a avaliação pré e pós-teste. Foram também aplicados o Questionário de Satisfação e Autoconfiança na Aprendizgem, o Questionário de Práticas Educativas, e a Escala de Design de Simulação. Em todos os cálculos inferenciais foi adotado o nível de significância de 5%. Os estudantes do GE apresentaram melhores desempenhos, em relação ao GC nas quatro avaliações de desempenho cognitivo, com significância estatística nas avaliações de conhecimento imediato (p valor = 0,031) tardio 1 – 20 dias (p valor = 0,031). Quanto a satisfação e autoconfiança na aprendizagem, não houve significância estatística entre os grupos em ambas as subescalas (p valor ≥ 0,05). Porém, o GE apresentou maiores médias. A Escala de Design de Simulação apresentou um Alpha de Cronbach total de 0,930. Em todas as dimensões da escala, obteve-se médias global igual ou superior a 4,60, sendo a resolução de problemas e o realismo as dimensões que apresentaram maior concordância e importância entre os estudantes do GE. Quanto as práticas educativas, as modalidades (1 e 2) foram avaliadas positivamente pelos estudantes. No GE foi encontrado significância estatística na subescala de importância, no domínio “maneiras diferentes de aprendizagem” (valor de p = 0,018). Aceita-se a hipótese alternativa do estudo à medida que na modalidade 2 os estudantes aprendem melhor e por mais tempo. Além disso, promove maior satisfação e autoconfiança nos estudantes. Conclui-se assim que essas práticas educativas apresentam suas dimensões estruturais mais próximas da aprendizagem significativa. Recomenda-se o uso da simulação e espera-se que as evidências produzidas no estudo contribuam para a melhoria no ensino de graduação em enfermagem.
Abstract: Realistic simulation is a valuable teaching and learning strategy that has been disseminated and used in undergraduate courses in health and nursing. However, its effectiveness, when compared to traditional teaching methods, still lacks better evidence. The aim of the study was to analyze the effectiveness of teaching and learning strategies in the acquisition of knowledge and satisfaction of undergraduate nursing students in the teaching of immunization in the context of Primary Health Care (PHC). This is an experimental study, of the type Controlled and Randomized Controlled Trial (ECCR), pre-test and post-test. The sample of the non-probabilistic type for convenience was composed of 34 nursing students, assigned to two groups of 17 (control and experimental) respecting control variables: gender, age, Academic Income Index (ARI), professional experience in APS, and diagnosis of the Preferential Representational System (SRP). It obtained a favorable opinion from the Research Ethics Committee, CEP / UFRN, protocol no. 1,958,827, and registered in the platform of Brazilian Registry of Clinical Trials under protocol RBR-9sqr6b. Data were collected between May and June 2017. Students participated in a 40-hour course on adult immunization. The Control Group (GC) participated in the course in modality 1: (dialogue exhibition and skills training). The Experimental Group (GE) was directed to modality 2 (dialogical presentation, skills training and realistic simulation). The effectiveness of teaching and learning strategies was assessed through pre and posttest evaluation. The Satisfaction and Self-Confidence Questionnaire in Learning, the Educational Practices Questionnaire, and the Simulation Design Scale were also applied. In all inferential calculations the significance level of 5% was adopted. The GE students presented better performance than the CG in the four assessments of cognitive performance, with statistical significance in the assessments of immediate knowledge (p value = 0.031) late 1 - 20 days (p value = 0.031). Regarding satisfaction and self-confidence in learning, there was no statistical significance between groups in both subscales (p value ≥ 0.05). However, the GE presented higher averages. The Simulation Design Scale presented a Cronbach Alpha total of 0.930. All the dimensions of the scale obtained global averages equal to or higher than 4.60, with problem solving and realism being the dimensions that showed the greatest agreement and importance among the students of the GE. Regarding educational practices, modalities (1 and 2) were evaluated positively by the students. In EG, statistical significance was found in the subscale of importance in the "different ways of learning" domain (p = 0.018). The alternative hypothesis of the study is accepted as in module 2 students learn better and for longer. In addition, it promotes greater satisfaction and self-confidence in students. We conclude that these educational practices present their structural dimensions closer to meaningful learning. It is recommended to use the simulation and it is hoped that the evidence produced in the study will contribute to the improvement in undergraduate nursing education.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25750
Embargoed until: 2019-06-26
Appears in Collections:PPGE - Doutorado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RaphaelRaniereDeOliveiraCosta_TESE.pdf2,1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.