Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/28704
Title: Urbanidades invisíveis: apropriações espontâneas sob o junkspace
Authors: Scheer, Marcela Lorena Farkat
Keywords: Cidades contemporâneas;Junkspace;Morador de rua;Apropriação espontânea;Urbanidade
Issue Date: 27-Feb-2020
Citation: SCHEER, Marcela Lorena Farkat. Urbanidades invisíveis: apropriações espontâneas sob o junkspace. 2020. 180f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: A presente pesquisa busca refetir sobre as urbanidades invisíveis advindas da moradia de rua e a produção da cidade contemporânea: uma urbanidade ambulante construída nos interstícios do junkspace (Koolhaas, 2001), a partir das contínuas apropriações dos moradores de rua, que revelam, mesmo diante da extrema condição de precariedade, possíveis contrapontos à lógica de produção capitalista do espaço. Os moradores de rua, ao habitarem às margens da sociedade, estabelecem uma relação de transitorialidade entre as fronteiras da cidade formal, ressignifcando o que comumente se trata como resíduo, pois fazem dele estratégia de sobrevivência. Serão então investigadas as relações entre as apropriações espontâneas informais nesses espaços, e a lógica de produção capitalista (e até do processo de espetacularização da cidade contemporânea). e Também serão consideradas, como especulação e provocação para refexão mais aprofundada no futuro, as possíveis conexões entre a práxis cotidiana da vida na rua e os ideais anarquistas contemporâneos, ainda que, na primeira, não haja um projeto teórico-político estabelecido no movimento/vivência da cidade. Partindo do universo empírico em Natal, e usando outros casos abordados na literatura, busca-se revelar urbanidades espontâneas em resíduos espaciais advindos do junkspace para indicar formas alternativas de pensar a apropriação do espaço urbano que não estão sujeitos à ordem hegemônica.
Abstract: The present research seeks to understand spontaneous urbanities amidst the contemporary city: an invisible and mobile urbanity built in the interstices of the junkspace (Koolhaas, 2010), from the continuous appropriations of the street dwellers, who reveal, even in the extreme condition of precariousness, possible counterpoints to the logic of capitalist production of space. Street dwellers, living on the margins of society, establish a transitorial relationship between the boundaries of the formal city, re-signifying what is commonly treated as waste, as they make it a survival strategy. The relations between informal spontaneous appropriations in these spaces and the logic of capitalist production under the spectacularization of contemporary city will be investigated, as well as possible connections between their daily praxis and contemporary anarchist ideals, even though they do not have a theoretical elaboration established in his movement/experience of the city. Finally, focusing on the practice of street dwellers in Natal, it is sought to reveal spontaneous urbanities in these space residues arising from the junkspace to indicate alternative ways of appropriating urban space that are not just victims of an hegemonic order.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28704
Appears in Collections:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Urbanidadesinvisiveisapropriacoes_Scheer_2020.pdf40,03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.