Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/30615
Title: Atividade econômica das esposas de civil e militar da União considerando suas características migratórias, Brasil, 2010
Authors: Pereira, Cinthyonara Targino
Keywords: Mercado de trabalho;Desigualdade de gênero;Esposas de militares;Migração de trabalho;Patriarcalismo;Labor market;Gender inequality;Military wives;Work migration;Patriarchy
Issue Date: 31-Aug-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PEREIRA, CINTHYONARA TARGINO. ATIVIDADE ECONÔMICA DAS ESPOSAS DE CIVIL E MILITAR DA UNIÃO CONSIDERANDO SUAS CARACTERÍSTICAS MIGRATÓRIAS, BRASIL, 2010. 2020. 118f. Dissertação (Mestrado Em Demografia) - Centro De Ciências Exatas E Da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: As desigualdades de gênero no mercado de trabalho brasileiro ainda estão atreladas à figura tradicional da mulher, e é intensificada quando se é esposa e possui filhos ou dependentes que necessitam de maiores cuidados. Esse perfil é mais intenso quando as mulheres são esposas de militares, visto que o patriarcalismo atribuído à carreira militar está inserido no cotidiano dessas famílias, tendo a mulher como uma figura associada ao lar, e as “ordens” do marido. Além disso, a profissão do marido militar está ligada ao serviço de proteção da Pátria, devendo estes cumprir rigorosamente os preceitos da hierarquia e disciplina, o que inclui possíveis migrações compulsórias. Assim, os militares da União podem vir a ser migrantes, e, consequentemente, sua esposa pode ocupar a posição de tied mover, migrando para acompanhar a profissão do esposo, o que pode vir a ser um obstáculo para a sua inserção e permanência no mercado de trabalho formal. Desta forma, o objetivo deste trabalho é analisar os diferenciais nas características da participação no mercado de trabalho de esposas de militares, em relação às esposas de civis, considerando a situação migratória desses dois grupos. Para tanto, será utilizado como fonte de dados o Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do ano 2010, bem como o modelo logit como ferramenta metodológica. Os resultados confirmam a hipótese que as esposas de militares possuem menor participação em ocupações formal e maior na inatividade do que esposas de trabalhadores formais civis, tendo essa implicação forte relação associada principalmente à migração, e podendo ser agravada por outros fatores, como nível de instrução. Deste modo, com a constatação da hipótese pode-se concluir que as esposas de militares, embora bem escolarizadas, são mais dependentes dos rendimentos do marido, em relação às esposas de civis, em parte em função do contexto migratório na qual estão inseridas
Abstract: The gender inequalities in the Brazilian labor market are still linked to the traditional figure of women, and are intensified when you are a wife and have children or dependents who need more care. This profile is more intense when women are military wives, since the patriarchalism attributed to the military career is inserted in the daily lives of these families, with the woman as a figure associated with the home, and the subordination of the husband. Besides that, the profession of the military husband of the Armed Forces is linked to the protection service of the Fatherland, and must strictly comply with the precepts of hierarchy and discipline, which includes possible compulsory migrations. Accordingly, the Union military may become migrants, and, consequently, his wife may occupy the position of tied mover, migrating to accompany the husband's profession, and may become an obstacle to their insertion and permanence in formal work.Therefore, the objective of this work is to analyze the differentials in the characteristics of the participation in the labor market of wives of the Union's military, in relation to the wives of civilians, considering the migratory situation of these two groups. For this purpose, the Demographic Census of the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE),from 2010, as well as the logit model as a methodological tool, will be used as data source. The results confirm the hypothesis that the wives of military personnel in the Armed Forces have less participation in formal occupations and greater inactivity than wives of formal civilian workers, with this strong implication being associated mainly with migration, and may be aggravated by other factors, such as instruction level. Thus, with the verification of the hypothesis, it can be concluded that the wives of the Union's military, although well educated, are more dependent on the husband's income, in relation to the civilian wives, partly due to the migratory context in which they are inserted
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/30615
Appears in Collections:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CinthyonaraTarginoPereira_DISSERT.pdf1,92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.