Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/31175
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorLima, Josefa Nayara de-
dc.contributor.authorCosta, Roberta Kaliny de Souza-
dc.contributor.authorSousa, Ana Carolina Patrício de Albuquerque-
dc.contributor.authorNóbrega, Cristyanne Samara Miranda Holanda da-
dc.date.accessioned2021-01-05T12:34:02Z-
dc.date.available2021-01-05T12:34:02Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationLIMA, Josefa Nayara de; COSTA, Roberta Kaliny de Souza; SOUSA, Ana Carolina Patrício de Albuquerque; NÓBREGA, Cristyanne Samara Miranda Holanda da. Utilização da caderneta de saúde do adolescente: percepção de profissionais. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, [s. l.], v. 32, p. 1-8, 2019. Fundacao Edson Queiroz. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/9002. Acesso em: 13 ago. 2020. http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2019.9002pt_BR
dc.identifier.issn1806-1230 (online)-
dc.identifier.issn1806-1222 (print)-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/31175-
dc.description.abstractObjective: To analyze the perception of professionals about the use of the Caderneta de Saúde do Adolescente (CSA). Methods: A descriptive study with a qualitative approach was carried out in 2018 in the city of Caicó, Rio Grande do Norte, Brazil, in which 17 professionals participated, including 12 members of the health team and five multi-professional residents in Basic Care of the Estratégia de Saúde da Família (ESF). Data were collected with a semi-structured interview containing data on the characterization of the professionals and a guiding question about the professionals’ perception of the CSA. The application of the content analysis methodology resulted in the identification of two thematic categories: Conceptions of professionals about the Caderneta de Saúde do Adolescente; Difficulties of professionals regarding the use of the Caderneta de Saúde do Adolescente. Results: The main difficulties of using the CSA were the lack of professional qualification, the resistance of the parents/guardians who judged the immature children to receive the information about the subjects addressed and the absence of the adolescents in the ESF. Conclusion: The study provided reflections on professional practice, improvements in access to care and registration of health care for the adolescent publicpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherFundação Edson Queirozpt_BR
dc.rightsAttribution 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/*
dc.subjectAtenção Primária à Saúdept_BR
dc.subjectSaúde do Adolescentept_BR
dc.subjectPesquisa sobre Serviços de Saúdept_BR
dc.subjectPrimary Health Carept_BR
dc.subjectAdolescent Healthpt_BR
dc.subjectHealth Services Researchpt_BR
dc.titleUtilização da caderneta de saúde do adolescente: percepção de profissionaispt_BR
dc.title.alternativeUse of adolescent health care: perception of professionalspt_BR
dc.title.alternativeUtilización de la libreta de salud del adolescente: percepción de profesionalespt_BR
dc.typearticlept_BR
dc.identifier.doi10.5020/18061230.2019.9002-
dc.description.resumoObjetivo: Analisar a percepção de profissionais acerca da utilização da Caderneta de Saúde do Adolescente (CSA). Métodos: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em 2018, na cidade de Caicó, Rio Grande do Norte, Brasil, do qual participaram 17 profissionais, sendo 12 membros da equipe de saúde e cinco residentes multiprofissionais em Atenção Básica de uma Estratégia de Saúde da Família (ESF). Coletaram-se os dados com entrevista semiestruturada contendo dados sobre caracterização dos profissionais e uma questão norteadora sobre a percepção dos profissionais acerca da CSA. A aplicação da metodologia da análise de conteúdo resultou na identificação de duas categorias temáticas: Concepções dos profissionais acerca da Caderneta de Saúde do Adolescente; Dificuldades dos profissionais acerca da utilização da Caderneta de Saúde do Adolescente. Resultados: Observou-se como principais dificuldades de uso da CSA a falta de capacitação profissional, a resistência dos pais/responsáveis que julgam os filhos imaturos para receberem as informações sobre os temas abordados e, ainda, a ausência dos adolescentes na ESF. Conclusão: O estudo proporcionou reflexões sobre a prática profissional, melhorias no acesso ao atendimento e o registro dos cuidados à saúde do público adolescentept_BR
Appears in Collections:EMCM - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UtilizaçãoCadernetaSaude_Sousa_2019.pdf389,11 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons