Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/32388
Title: Análise espacial e tendência temporal dos casos notificados de sífilis congênita no Rio Grande do Norte
Other Titles: Spatial analysis and temporal trend notified cases of congenital syphilis in Rio Grande do Norte
Authors: Raimundo, Dhyanine Morais de Lima
Keywords: Sífilis;Sífilis congênita;Análise espacial;Sistemas de informação geográfica;Vigilância em saúde pública
Issue Date: 8-Feb-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RAIMUNDO, Dhyanine Morais de Lima. Análise espacial e tendência temporal dos casos notificados de sífilis congênita no Rio Grande do Norte. 2021. 81f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.
Portuguese Abstract: A Sífilis congênita é uma infecção de múltiplos sistemas, causada pelo Treponema pallidum e transmitida ao feto por via placentária, em qualquer momento da gestação. O Estado do Rio Grande do Norte apresenta taxas acima da média nacional (12,5 casos/1.000 nascidos vivos). A pesquisa teve como objetivo geral analisar a distribuição espacial dos casos notificados de sífilis congênita e sua tendência temporal no Estado do Rio Grande do Norte. Trata-se de um estudo ecológico, com dados secundários, referente ao período de 2008 a 2018, tendo como população os casos notificados de sífilis congênita. Para tanto, utilizaram-se dados notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação e do Sistema de Informação de Nascidos Vivos. Na análise dos dados foram extraídos os mapas das oito regiões de saúde do Rio Grande do Norte do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e realizado o Moran local e global com o software QGIS versão 2.18, sendo suavizados pelo método bayesiano empírico local, que resultou nos mapas temáticos. Após o cálculo das incidências, que foram padronizadas por 1.000 habitantes, foi possível realizar a análise da tendência temporal a partir do modelo Jointpoint. O estudo obteve parecer favorável do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, sob o Parecer nº 3.775.828 e CAAE n° 25687519.4.0000.5537. Os resultados deste estudo evidenciam que 88% das crianças foram diagnosticadas no pré-natal ou no parto/curetagem, mesmo com 76% delas sendo consideradas assintomáticas. Em contrapartida, o teste treponêmico não foi realizado em 81% delas. Quanto ao tratamento realizado pelas mães, 70% foram considerados incompletos ou inadequados. As médias móveis evidenciaram tendência de aumento de sífilis congênita na 7ª e 3ª regiões de saúde. Em se tratando da análise temporal, esta investigação evidenciou cluster espacial na 3ª, 5ª e 7ª regiões de saúde, com risco aumentado para sífilis congênita em até 2.65 vezes. Por fim, a tendência temporal demonstrou uma curva de crescimento contínuo em todo o estado. Conclui-se que há uma sensível fragilidade quanto à assistência pré-natal, em vista das incidências crescentes no estado, com expectativa de aumento nos próximos cinco anos. Por fim, ressalta-se a importância da implementação de ações estratégicas e prioritárias, bem como a ampliação do compromisso com novas parcerias, com foco na redução da transmissão da sífilis congênita.
Abstract: Congenital syphilis is a multiple system infection, caused by Treponema pallidum and transmitted to the fetus via the placenta, at any time during pregnancy. The State of Rio Grande do Norte has rates above the national average (12.5 cases / 1,000 live births). The general objective of the research was to analyze the spatial distribution of notified cases of congenital syphilis and its temporal trend in the State of Rio Grande do Norte. This is an ecological study, with secondary data for the period from 2008 to 2018, with the population reported cases of congenital syphilis. For this purpose, data reported in the Notifiable Diseases Information System and in the Live Births Information System were used. In the analysis of the data, the maps of the eight health regions of Rio Grande do Norte from the Brazilian Institute of Geography and Statistics were extracted and the local and global Moran was performed using QGIS software version 2.18, being smoothed by the local empirical Bayesian method that resulted in the thematic maps . After calculating the incidences, which were standardized per 1,000 inhabitants, it was possible to perform an analysis of the temporal trend using the Jointpoint model. The study obtained a favorable opinion from the Research Ethics Committee of the Federal University of Rio Grande do Norte, under Opinion No. 3,775,828 and CAAE No. 25687519.4.0000.5537. The results of this study show that 88% of children were diagnosed during prenatal care or childbirth / curettage, even with 76% of them being considered asymptomatic. On the other hand, the treponemic test was not performed in 81% of them. As for the treatment performed by the mothers, 70% was considered incomplete or inadequate. Moving averages showed a tendency to increase congenital syphilis in the 7th and 3rd health regions. Regarding the temporal analysis, this investigation showed a spatial cluster in the 3rd, 5th and 7th health regions, with an increased risk for congenital syphilis up to 2.65 times. Finally, the temporal trend showed a continuous growth curve across the state. It is concluded that there is a sensitive weakness regarding prenatal care, given the growing incidence in the State with an expectation of increase in the next five years. Finally, we emphasize the importance of implementing strategic and priority actions, as well as expanding the commitment to new partnerships, with a focus on reducing the transmission of congenital syphilis.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/32388
Appears in Collections:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Files in This Item:
File SizeFormat 
Analiseespacialtendencia_Raimundo_2021.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.