Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/32656
Title: Um novo território jurisdicional, uma nova dinâmica sociopolítica: o sertão do Piancó e os reflexos políticos da segunda metade do século XVIII no interior da Paraíba
Authors: Lacerda, Larissa Daniele Monteiro
Advisor: Alveal, Carmen Margarida Oliveira
Keywords: Piancó;Sertão;Vila de Pombal;Paraíba;Território jurisdicional
Issue Date: 31-Mar-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LACERDA, Larissa Daniele Monteiro. Um novo território jurisdicional, uma nova dinâmica sociopolítica: o sertão do Piancó e os reflexos políticos da segunda metade do século XVIII no interior da Paraíba. 2021. 214f. Dissertação (Mestrado em História) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.
Portuguese Abstract: A segunda metade do século XVIII foi um dos períodos mais intensos na história do reino português e, especialmente, da América lusitana, dado as transformações administrativas, econômicas e políticas advindas das reformas pombalinas. A criação da vila de Pombal, no sertão do Piancó, em 1772, é apenas um dos reflexos dessas mudanças na capitania da Paraíba. Sua instalação foi significativamente importante, pois, além de viabilizar o projeto régio de apropriação, controle e organização do território, possibilitou ao sertão do Piancó contar com uma câmara própria, instituição que se somou às demais autoridades (militares, jurídicas e religiosas) já existentes, desde fins do século XVII e início do XVIII, e proporcionou certa autonomia e poder de barganha aos homens do sertão. Nesse novo contexto, eclodiram conflitos políticos no nível interno e externo, envolvendo autoridades locais e litorâneas, que colocaram o Piancó e a vila de Pombal em situação de destaque no cenário político da capitania, indicando assim possíveis transformações em sua dinâmica local. E é essa dinâmica que buscamos investigar. O presente trabalho tem por objetivo analisar as transformações ocorridas na dinâmica sociopolítica do sertão do Piancó, na segunda metade do século XVIII, período em que ocorreu a criação e a organização administrativa de seu novo território jurisdicional, a vila de Pombal. Para isso, além do uso de bibliografia especializada (clássica e acadêmica), contamos com a análise de fontes oficiais e manuscritas, produzidas ao longo do século XVIII, tanto em âmbito local, quanto externo. São elas: ordens régias, correspondências, mapas populacionais, termos de vereança do senado da câmara de Pombal e fontes cartoriais.
Abstract: The second half of the 18th century was one of the most intense periods in the history of the Portuguese kingdom and, especially, of Portuguese America, given the administrative, economic and political transformations arising from the Pombaline reforms. The creation of the Village of Pombal, in the hinterland of Piancó, in 1772, is only one of the reflexes of these changes in the captaincy of Paraíba. Its installation was significantly important, because, in addition to making viable the royal project of appropriation, control and organization of the territory, it made it possible for the Piancó hinterland to have its own chamber, an institution that joined the other existing authorities (military, legal and religious), since the end of the 17th century and the beginning of the 18th, and provided some kind of autonomy and bargaining power to the men of that hinterland. In this new context, political conflicts broke out at the internal and external levels, involving local and coastal authorities, which placed Piancó and the Village of Pombal in a prominent position in the political scenario of the captaincy, thus indicating possible changes in their local dynamics. And it is this dynamic that we investigate. The present work aims to analyze the changes that took place in the socio-political dynamics of the Piancó backlands in the second half of the 18th century, a period in which the creation and administrative organization of its new jurisdictional territory, the Village of Pombal. For this, in addition to the use of specialized bibliography (classical and academic), we rely on the analysis of official and manuscript sources, produced throughout the 18th century, both locally and externally. They are: royal orders, correspondence, population maps, council terms of the senate of the chamber of Pombal and notary sources.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/32656
Appears in Collections:PPGH - Mestrado em História

Files in This Item:
File SizeFormat 
Novoterritoriojurisdicional_Lacerda_2021.pdf4,92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.