Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/44758
Título: Abelhas e PANC: uso de espécies não convencionais como estratégia para manter a polinização em um sistema agroecológico urbano
Autor(es): Braga, Rodrigo César Padilha
Orientador: Almeida, Adriana Monteiro de
Palavras-chave: Apifauna;Cidades sustentáveis;Ecologia;Conectividade;Comunidade;Bee Community;Sustainable cities;Ecology;Connectivity;Community
Data do documento: 20-Abr-2021
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: BRAGA, Rodrigo César Padilha. Abelhas e PANC: uso de espécies não convencionais como estratégia para manter a polinização em um sistema agroecológico urbano. 2021. 32 f. Monografia (Graduação em Ecologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.
Resumo: A necessidade de planejar a construção de cidades de formas mais sustentáveis, se mostra como um fator importante para manter a saúde e bem-estar da população no futuro. Com o intuito de contribuir para sustentabilidade urbana, este trabalho teve como objetivo observar se existe visitação da comunidade de apifauna (polinizadores) em um cultivo agroecológico conjunto (unindo espécies PANC e convencionais), assim como analisar como a inclusão de espécies não convencionais no cultivo, altera a riqueza de espécies na comunidade de abelhas. Buscamos entender como esse modelo de cultivo, contribui para que a comunidade de apifauna possa estar presente na matriz urbana. Os dados foram coletados no Laboratório Horta Nutrir (LHN), que fica localizado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (atrás do Departamento de Nutrição) e com proximidade de aproximadamente 300 metros de uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, o Parque Estadual Dunas de Natal “Jornalista Luiz Maria Alves”. A UC possui aproximadamente 1.172 hectares de Mata Atlântica e fitofisionomia de restinga arbustivo-arbórea. Identificamos as abelhas por meio de fotos e vídeos obtidos a partir do monitoramento das espécies em flor. Para compreender a dinâmica presente nas interações entre os polinizadores e suas respectivas plantas hospedeiras, foram feitas três redes de interações usando o software de análises estatísticas “R”. Monitoramos 23 espécies vegetais, sendo estas 11 PANC e 12 convencionais. Identificamos 21 espécies de abelhas, pertencentes a 14 gêneros e 3 famílias. O LHN, se mostrou com grande potencial para atrair espécies nativas. Além da grande riqueza de espécies polinizadores vistas no local, também foram observados sítios de nidificação no perímetro do LHN. As PANC, contribuíram muito para a presença de espécies de abelhas, pois, relatamos cinco espécies (23,5%) polinizadoras visitando apenas plantas PANC no local. Evidenciamos que um cultivo agroecológico urbano, é uma ótima estratégia para oferecer recursos florais dentro das cidades. Com essa estratégia, criamos meios para manter uma comunidade de abelhas presente em habitats urbanos. Por possibilitar conectividade entre as manchas de habitat, permitindo haver colonização nas proximidades de um grande fragmento de Floresta Atlântica. Como consequência, a comunidade de apifauna obtém potencial para ocupar áreas mais abrangentes.
Abstract: The need to plan the construction of cities in more sustainable ways is shown to be a importante fator to maintain the health and well-being of the population in the future. In order to contribute to urban sustainability, this work aimed to observe whether there is a visitation of the bee community (pollinators) in a joint agroecological crop (uniting PANC and conventional species), as well analyzing how the inclusion of non-conventional species in the crop alters the species richness in the bee community. We seek to understand how this cultivation model contributes so that the bee community can be presente in the urban matrix. Data were collected at the Laboratório Horta Nutrir (LHN), which is located at the Universidade Federal do Rio Grande do Norte (behind the Departamento de Nutrição) and approximately 300 meters form an Integral Protection Conservation Unit, the Parque Estadual Dunas de Natal “Jornalista Luiz Maria Alves”. The Conservation Unit has approximately 1.172 hectares of Atlantic Forest and phytophysiognomy of shrub-tree dunes vegetation. We identified the bees through fotos and vídeos obtained form monitoring the species in bloom. To understand the dynamics presente in the interactions between pollinators and their respective host plants, three netwoks of interactions were made using the statistical analysis software “R”. We monitor 23 plant species, 11 of which are PANC and 12 are conventional. We identified 21 species of bees, belonging to 14 of genera and three families. The LHN, has shown to have great potential to attract native species. In addition to the great wealth of pollinating species seen at the site, nesting sites were also observed in the LHN perimeter. The PANC spicies contributed a lot to the presence of beed species, as we report five pollinating species (23.5%) visiting Only PANC plants on the site. We show that urban agroecological cultivation is a great strategy to offer floral resources within cities. With this strategy, we created ways to maintain a bee community presente in urban habitats. For enabling connectivity between habitat patches, allowing colonization in the vicinity of a large fragmente of Atlantic Forest. As a consequence, the bee Community obtains the potential to occupy more comprehensive areas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/44758
Outros identificadores: 20170023570
Aparece nas coleções:CB - TCC - Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AbelhasePANC_Braga_2021.pdf582,85 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons