Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/45263
Title: Violência no município de Natal/RN em 2019 e 2020: uma abordagem espacial e demográfica sobre as mortes violentas com foco nos efeitos decorrentes da pandemia da COVID-19
Authors: Freitas, Pedro Henrique Oliveira de
Advisor: Campos, Járvis
Keywords: Demografia;População;Análise espacial;Crimes violentos letais e intencionais;Homicídios
Issue Date: 27-Aug-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FREITAS, Pedro Henrique Oliveira de. Violência no município de Natal/RN em 2019 e 2020: uma abordagem espacial e demográfica sobre as mortes violentas com foco nos efeitos decorrentes da pandemia da COVID-19. 2021. 126f. Dissertação (Mestrado em Demografia) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.
Portuguese Abstract: A violência é um mecanismo material que sempre esteve presente na sociedade humana, manifestando-se de forma dolorosa, perigosa e desigual. No que concerne ao Brasil, desde a década de 1980 os homicídios configuram-se como a segunda principal causa de óbitos nos grupos populacionais na faixa etária de 15 a 39 anos, principalmente no sexo masculino. Com o intuito de explicar esse fenômeno tão presente no cotidiano dos grandes centros urbanos, diversos campos do conhecimento passaram a apontar fatores como pobreza, desigualdade de renda e ausência do Estado, sendo cruciais para a manutenção dos altos índices de violência no país. No entanto, poucos trabalhos discutem a temática a partir da utilização de informações desagregadas espacialmente, no nível das coordenadas geográficas, para análises no espaço urbano. Diante desse contexto, o trabalho tem como objetivo analisar a distribuição das CVLIs (Crimes Violentos Letais Intencionais) no espaço intraurbano de Natal/RN, nos anos de 2019 e 2020, analisar as características e o padrão locacional dessas mortes, levando-se em consideração a heterogeneidade do espaço urbano em relação às características sociodemográficas da população, e a dependência com a segregação socioespacial. A escolha pelos anos de 2019 e 2020 se dá com o objetivo de analisar a distribuição espacial das CVLIs em um período pré-pandemico e durante a pandemia, com o intuito de verificar os efeitos da pandemia no fenômeno da violência em Natal/RN, suas permanências ou alterações, seja em relação à distribuição espacial dos homicídios, seja em relação à intensidade e ao perfil das ocorrências. As fontes de dados utilizadas foram o Observatório da Violência do Rio Grande do Norte, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo e o Censo Demográfico de 2010. A partir da obtenção dos dados em formato geoespacial, foi possível adotar técnicas espaciais como medidas de distância, interpolação de Kernel, autocorrelação, somado à utilização de imagens de satélite. Os resultados evidenciaram a concentração de espaços violentos nas porções Norte e Oeste da cidade, apresentando percentuais elevados de CVLIs nessas áreas devido ao tráfico de drogas, mortalidade entre a população jovem e a forte relação entre esse fenômeno e as áreas que apresentam maior vulnerabilidade socioespacial. Ademais, foi possível observar algumas diferenças em relação à distribuição espacial das CVLIs, e, principalmente, em relação às características da violência observadas entre 2019 e 2020.
Abstract: Violence is a material mechanism that has always been present in human society, manifesting itself in a painful, dangerous and unequal way. With regard to Brazil, since the 1980s, homicides are the second leading cause of death in population groups aged 15 to 39 years, especially in males. In order to explain this phenomenon that is so present in the daily life of large urban centers, several fields of knowledge began to point out factors such as poverty, income inequality and the absence of the State, which are crucial for the maintenance of high levels of violence in the country. However, few works discuss the theme based on the use of spatially disaggregated information, at the level of geographic coordinates, for analysis in urban space. Given this context, the work aims to analyze the distribution of CVLIs (Intentional Violent Violent Crimes) in the intraurban space of Natal/RN, in the years 2019 and 2020, to analyze the characteristics and locational pattern of these deaths, taking into account the heterogeneity of the urban space in relation to the sociodemographic characteristics of the population, and the dependence on socio-spatial segregation. The choice for the years 2019 and 2020 was made with the objective of analyzing the spatial distribution of CVLIs in a prepandemic period and during the pandemic, in order to verify the effects of the pandemic on the phenomenon of violence in Natal/RN, its permanence or alterations, either in relation to the spatial distribution of homicides, or in relation to the intensity and profile of the occurrences. The data sources used were the Rio Grande do Norte Violence Observatory, the Municipal Department of Environment and Urbanism and the 2010 Demographic Census. Kernel interpolation, autocorrelation, added to the use of satellite images. The results showed the concentration of violent spaces in the North and West portions of the city, with high percentages of CVLIs in these areas due to drug trafficking, mortality among the young population and the strong relationship between this phenomenon and areas that present greater socio-spatial vulnerability. Furthermore, it was possible to observe some differences in relation to the spatial distribution of CVLIs, and especially in relation to the characteristics of violence observed between 2019 and 2020.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/45263
Appears in Collections:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Files in This Item:
File SizeFormat 
ViolenciamunicipioNatal_Freitas_2021.pdf5.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.