Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/46020
Title: Grupos de discussão sobre masculinidades: uma análise sobre hegemonia e branquitude em perfis do Instagram
Authors: Bezerra, Kaio Araújo
Advisor: Souza, Daniel Rodrigo Meirinho de
Keywords: Masculinidade;Branquitude;Masculinidades hegemônicas;Grupos de discussão
Issue Date: 4-Jan-2022
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Kaio de Araujo. Grupos de discussão sobre masculinidades: uma análise sobre hegemonia e branquitude em perfis do Instagram. 2022. 44f. Trabalho de Conclusão de Curso (Comunicação Social - Publicidade e Propaganda), Departamento de Comunicação Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2022.
Portuguese Abstract: As masculinidades têm sido uma temática cada vez mais discutida pela sociedade, envolvendo questões de gênero, sexualidade e raça, desenvolvendo espaços elaborados para esses diálogos, como os grupos de discussão sobre masculinidade existentes em todo o Brasil, os quais utilizam também mídias sociais como ferramenta para promover um debate. Por meio dos trabalhos de estudiosos nas áreas de gênero, sexualidade e raça, foi possível entender como as masculinidades são elaboradas na sociedade, promovendo práticas sociais e expectativas diferentes de acordo com o recorte social em que o indivíduo está incluso, construindo assim masculinidades hegemônicas (homem, hétero, branco, cisgênero), tidas como dominantes, ao mesmo tempo que estabelece a subordinação de outros grupos. Sendo assim, por meio da análise de conteúdo desenvolvida por Bardin (2000), foram selecionados oito publicações entre três perfis diferentes, que debatem masculinidade dentro da plataforma Instagram, para analisar como as discussões acerca da branquitude estão sendo colocadas por esses grupos.
Abstract: Masculinities have been an issue increasingly discussed by society, involving matters of gender, sexuality and race, developing more elaborate spaces for these debates, such as the masculinity discussing groups existing throughout Brazil, which also use social media as a tool to promote an even greater dialogue. Through the work of scholars in the areas of gender and race, it was possible to understand how masculinities are elaborated in society, promoting different social practices and expectations according to the social context in which the individual is included, thus building hegemonic masculinities (man, straight, white, cisgender), which promotes their domination, while establishing the subordination of other groups. Thus, through the content analysis developed by Bardin (2000), eight publications were selected from three different profiles, which debate masculinity within the Instagram platform, to analyze how the discussions about whiteness are being placed by these groups.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/46020
Appears in Collections:CCHLA - TCC - Comunicação Social - Publicidade e Propaganda

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GruposDiscussaoMasculinidades_Bezerra_2022.pdf4.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.