Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/47016
Title: Repercussões do pré-natal da atenção primária a saúde na preparação para o parto em um município no Rio Grande do Norte
Other Titles: Prenatal repercussions of primary health care in preparation for birth in a municipality in Rio Grande do Norte
Authors: Souza, Cassia Virgínia de
Advisor: Rolim, Ana Carine Arruda
Keywords: Cuidado pré-natal;Empoderamento;Parto;Puerpério;Prenatal Care;Empowerment;Parturition;Postpartum Period
Issue Date: 24-Feb-2022
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUZA, Cassia Virgínia de. Repercussões do pré-natal da atenção primária a saúde na preparação para o parto em um município no Rio Grande do Norte. Orientadora: Ana Carine Arruda Rolim. 2022. 57 f. Monografia (Especialização) - Programa de Residência Multiprofissional em Atenção a Saúde Materno Infantil, Escola Multicampi de Ciências Médicas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2022.
Portuguese Abstract: Introdução: O pré-natal de risco habitual na atenção primária à saúde favorece a preparar a gestante a gestante para a maternidade dentro de uma perspetiva emancipatória entre os profissionais e a mulher, colaborando na construção da autonomia da usuária e para que a experiência da gestação, parto e puerpério sejam positivas para a mulher. Objetivo: avaliar as repercussões do pré-natal de risco habitual no âmbito da atenção primária à saúde na preparação para o parto. Metodologia: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, e foram aplicadas as técnicas da entrevista semiestruturada com 25 e acesso a informações pessoais contidas no cartão de pré-natal da gestante e nos prontuários. Os dados foram analisados utilizando a técnica da análise de conteúdo proposta por Bardin. As puérperas apresentaram percepções desfavoráveis em relação aos cuidados que receberam durante o pré-natal, apontaram que houve preparação insuficiante para o parto durante a gestação e que as percepções desfavoráveis estão diretamente relacionadas ao modelo de atenção a saúde vigente de cuidado centrado no biológico em detrimento do biopsicossocial e em condutas e ações mecanizadas. Considerações finais: O pré-natal da atenção primária à saúde do referido município não vem atendendo em sua totalidade as recomendações propostas pelo Ministério da Saúde para promover a preparação para o parto. Estes achados sinalizam a necessidade de caminhos que precisam serem explorados pelos gestores, equipe de saúde e usuários interessados em fortalecer a preparação para o parto na atenção primária a saúde para que as mulheres possam viver esse momento com maior segurança e exercer a autonomia durante o processo.
Abstract: Introduction: The usual risk prenatal care in primary health care should prepare the pregnant woman for motherhood within an emancipatory perspective between professionals and women, collaborating in the construction of the user's autonomy and so that the experience of pregnancy, childbirth and puerperium are positive for women. Objective: to evaluate the repercussions of usual risk prenatal care in the context of primary health care in preparation for childbirth. Methodology: This is an exploratory, descriptive study with a qualitative approach and semi-structured interview techniques were applied to 25 postpartum women who underwent regular prenatal care and access to personal information contained in the pregnant woman's prenatal card. and in the charts. The analysis of the interviews was based on the content analysis according to Bardin. Results: The results revealed that the puerperal women had unfavorable perceptions in relation to the care they received during prenatal care, pointed out that there was insufficient preparation for childbirth during pregnancy, the unfavorable perceptions are directly linked to the current health care model of care centered on the biological to the detriment of the biopsychosocial and on mechanized behaviors and actions. Final considerations: The prenatal care of primary health care in that municipality has not been fulfilling in the preparation of pregnant women for childbirth. These findings indicate paths that need to be explored by managers, health staff and users interested in strengthening the preparation for childbirth in primary health care in the investigated scenario so that women can live this moment with greater security and exercise autonomy during the process
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/47016
Appears in Collections:EMCM - Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde Materno-Infantil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RepercursõesPre-NatalSaúde_Souza_2022.pdf523,31 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons