Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/49334
Title: Análise morfométrica superficial do sulco rinal em hemisférios cerebrais humanos: um estudo cadavérico
Authors: Andrade, Cássia Manuele Silva de
Advisor: Cavalcante, Judney Cley
Keywords: Neuroanatomia;Cérebro humano;Lobo temporal;Anatomia humana;Neuroanatomy;Human brain;Temporal lobe;Human anatomy
Issue Date: 22-Jul-2022
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ANDRADE, Cassia Manuele Silva de. Análise morfométrica superficial do sulco rinal em hemisférios cerebrais humanos: um estudo cadavérico. 2022. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2022.
Portuguese Abstract: O sulco rinal é um sulco cerebral filogeneticamente antigo que está localizado em uma região associada ao processamento das informações sensoriais referentes às vias olfatórias. No cérebro humano, o sulco rinal está localizado na face inferior do lobo temporal e apresenta variações na sua conformação, principalmente em relação à bifurcação, em sua porção anterior, e em relação à continuidade com o sulco colateral, posteriormente. O presente estudo tem como objetivo identificar e descrever a anatomia superficial do sulco rinal em hemisférios cerebrais humanos provenientes de cadáveres fixados em formol do Laboratório de Anatomia Humana da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Nossas análises mostraram que o sulco rinal esteve presente em (100%) dos hemisférios analisados. Seu tamanho médio foi de 27,40 ± 1,36 mm, o que correspondeu proporcionalmente a 18 ± 0,009% do comprimento interpolar (polos frontal-occipital) de cada hemisfério analisado. Verificamos que (56%) dos sulcos são contínuos com o sulco colateral e que em (56%) dos espécimes analisados o sulco rinal apresentou bifurcação anterior, mas não apresentou nenhuma outra ramificação. Não houve diferença significativa entre os hemisférios direitos e esquerdos. Sendo assim, as características analisadas aqui mostram que a bifurcação anterior do sulco rinal, comumente mostrada nos livros de anatomia, é de fato o padrão. No entanto, a sua continuidade com o sulco colateral, comum em nossas amostras, é pouco representada na literatura.
Abstract: The rhinal sulcus is a filogenetically old sulcus located in a region associated with olfaction's sensory process. In the human brain, the rhinal sulcus is located at the inferior face of the temporal lobus. It shows morphological variations mainly related to a bifurcation rostrally, and a continuity to the collateral sulcus caudally. The present study aimed to identify and describe the superficial anatomy of the rhinal sulcus in the human brain of the formalinfixed cadavers from the Human Anatomy Laboratory of the Federal University of Rio Grande do Norte. Our analysis showed that the rhinal sulcus was present in (100%) of the brain hemispheres. It sized 27,40 ± 1,36 mm, what is 18 ± 0,009% of the interpolar length (frontaloccipital length) of the analyzed brain. We verified that (56%) of the rhinal sulcus are continuous to the collateral sulcus and that (56%) of them showed a bifurcation on the rostral tip, but no other ramifications. Those data were not significantly different between hemispheres. The rostral bifurcation is usually shown by the human anatomy books. Here we show that it is in fact a pattern. However, the continuity to the collateral sulcus, normal in our sample, is underrepresented in the literature.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/49334
Appears in Collections:CB - TCC - Ciências Biológicas (bacharelado)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.