Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/57238
Title: Estimulação cardíaca artificial: perfil epidemiológico em hospital público de referência do estado do Rio Grande do Norte
Authors: Torres, Gustavo Gomes
Advisor: Oliveira, Ângelo Giuseppe Roncalli da Costa
Keywords: Epidemiologia;Estimulação cardíaca artificial;Sistema Único de Saúde
Issue Date: 8-Nov-2022
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: TORRES, Gustavo Gomes. Estimulação cardíaca artificial: perfil epidemiológico em hospital público de referência do estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Ângelo Giuseppe Roncalli da Costa Oliveira. 2022. 42f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2022.
Portuguese Abstract: A Estimulação Cardíaca Artificial é uma ferramenta importante no tratamento de alterações do ritmo cardíaco, bem como de melhora da função ventricular em portadores de Insuficiência Cardíaca. O presente estudo tem o objetivo de analisar o perfil clínico e epidemiológico dos pacientes submetidos à procedimentos de Estimulação Cardíaca Artificial em um Serviço de referência para o sistema único de saúde (SUS), bem como avaliar a distribuição espacial dos pacientes do estado do Rio Grande do norte (RN) quanto à procedência e analisar a evolução temporal do número de procedimentos no serviço. Realizamos um estudo observacional analítico, com dados obtidos por fonte primária, dos pacientes submetidos à procedimentos de Estimulação Cardíaca Artificial no Hospital Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), entre os anos de 2006 e 2021. De um total de 894 pacientes analisados, 533 (59,8%) foram do sexo masculino, com idade média de 65,5 anos. Bloqueio Átrio Ventricular (BAV) de 3 o grau foi a indicação do procedimento em 191 pacientes (21,4%). Apenas 55 pacientes (5,5%) necessitaram de suporte de marcapasso temporário. 269 pacientes tiveram etiologia isquêmica (30,6%) e 398 pacientes relataram dispneia como queixa principal (45,4%), 69,5% dos pacientes são hipertensos, 24,4% diabéticos, 31,7% dislipidêmicos e 47,7% tabagistas ou ex-tabagistas. A população estudada teve Fração de Ejeção do ventrículo esquerdo (VE) média de 33,6%. Níveis médios de creatinina de 1,04 mg/mL e potássio 4,19mg/mL préprocedimento. Observamos uma homogeneidade em relação ao encaminhamento de pacientes do SUS ao serviço, independente do município de origem. A análise temporal por triênios identificou um aumento do número de procedimentos ao longo da série, com queda no último período. Concluímos que as caraterísticas do serviço contribuíram para as diferenças de nossa população em relação aos achados da literatura. Apesar da ausência de um fluxograma determinado, o acesso ao serviço ocorreu sem a presença de aglomerados em relação ao município de origem. O aumento temporal dos procedimentos foi discreto, com queda no último triênio, em que pesem interrupções parciais da estrutura e a presença da pandemia neste período.
Abstract: Artificial Cardiac Pacing is an important tool in the treatment of heart rhythm disorders, as well as improving ventricular function in patients with heart failure. The present study aims to analyze the clinical and epidemiological profile of patients undergoing Artificial Cardiac Stimulation procedures in a reference service for the Unified Health System (SUS), as well as to evaluate the spatial distribution of patients in the state of Rio Grande. do Norte (RN) in terms of origin and to analyze the temporal evolution of the number of procedures in the service. We carried out an analytical observational study, with data obtained from a primary source, of patients undergoing Artificial Cardiac Stimulation procedures at the Onofre Lopes Hospital (HUOL), of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN), between 2006 and 2021. Of a total of 894 patients analyzed, 533 (59.8%) were male, with a mean age of 65.5 years. 3rd degree Atrial Ventricular Block (AVB) was the indication for the procedure in 165 patients (20.5%). Only 55 patients (5.5%) required temporary pacemaker support. 269 patients had an ischemic etiology (30.6%) and 398 patients reported dyspnea as the main complaint (45.4%), 69.5% of patients are hypertensive, 24.4% diabetic, 31.7% dyslipidemic and 47.7 % smokers or ex-smokers. The population studied had a mean left ventricular (LV) Ejection Fraction of 33.6%. Mean creatinine levels of 1.04 mg/mL and potassium 4.19 mg/mL pre-procedure. We observed a homogeneity in relation to the referral of SUS patients to the service, regardless of the city of origin. The temporal analysis by triennia identified an increase in the number of procedures throughout the series, with a decrease in the last period. We concluded that the characteristics of the service contributed to the differences in our population in relation to the findings in the literature. Despite the absence of a specific flowchart, access to the service occurred without the presence of clusters in relation to the municipality of origin. The temporal increase in procedures was discreet, with a drop in the last three years, despite partial interruptions of the structure and the presence of the pandemic in this period.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/57238
Appears in Collections:PPGSCOL - Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File SizeFormat 
Estimulacaocardiacaartificial_Torres_2022.pdf804,98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.