Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/1/6288
Título: Atividade antibacteriana e cicatrizante do óleo de buriti Mauritia flexuosa L
Título(s) alternativo(s): Antibacterial and healing activities of buriti oil Mauritia flexuosa L
Autor(es): Batista, Jael Soares
Olinda, Roberio Gomes
Medeiros, Vitor Brasil
Rodrigues, Carla Monadeli Filgueira
Oliveira, Andréia Freitas
Paiva, Erika Souza
Freitas, Carlos Iberê Alves
Medeiros, Aldo da Cunha
Palavras-chave: Ação antibacteriana;Processo cicatricial;Ferida;Óleo de buriti;Mauritia flexuosa
Data do documento: 2012
Citação: BATISTA, J. S. ; OLINDA, R. G ; MEDEIROS, V. B. ; RODRIGUES C. M. F. ; OLIVEIRA A. F. ; PAIVA E. S. ; FREITAS, C. I. A. ; MEDEIROS, A. C. . Antibacterial and healing activities of buriti oil Mauritia flexuosa L. . Ciência Rural (UFSM) , v. 42, p. 136-141, 2012. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012000100022> Acesso em: 25 set. 2013.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antibacteriana in vitro e cicatrizante do óleo de buriti (M. flexuosa) em feridas realizadas em ratos (Rattus norvegicus albinus). Para a avaliação antibacteriana in vitro, foram utilizados cinco patógenos bacterianos incluindo espécies gram-positivas e espécies gram-negativas mediante o uso do método de difusão em ágar. Para a avaliação da atividade cicatrizante, foram utilizados 40 ratos da linhagem Wistar, divididos em dois grupos: o grupo I, composto por 20 ratos com feridas cutâneas, tratados com aplicação tópica do creme base com 10% de óleo de buriti, e o grupo II, controle, com o mesmo número de animais que receberam a aplicação tópica do creme base. A aplicação do produto foi realizada em feridas padronizadas, circulares de 1cm de diâmetro na região dorsolombar. As avaliações clínica, morfométrica e histopatológica das feridas foram realizadas no 3°, 7°, 14° e 21° dias. Em relação à avaliação da atividade antibacteriana, os resultados mostraram que houve inibição do crescimento bacteriano em quatro dos cinco patógenos testados. Em relação à área da ferida, foi observada redução significativa da área no 14o dia e maior percentual de contração das feridas do grupo tratado em relação ao controle. No décimo quarto dia, as feridas tratadas com o óleo do buriti apresentavam aumento significativo na contagem de fibroblastos e fibras colágenas, além de completo processo de reepitelização, enquanto o grupo controle necessitava de mais tempo para resolução do processo cicatricial
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/1/6288
ISSN: 0103-8478
Aparece nas coleções:CCS - DCIRUR - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AldoCM_Antibacterial_Antia1012cr5053.pdf999,12 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons