Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/1/6292
Título: Efeitos da simpaticotomia endoscópica sobre as artérias carótidas e vertebrais na terapêutica cirúrgica da hiperidrose primária
Título(s) alternativo(s): Effects of endoscopic sympathicotomy in carotid and vertebral arteries in the surgical treatment of primary hiperhidrosis
Autor(es): Cavalcante, Jeancarlo F.
Araújo, Carlos Alberto Almeida
Ximenes Netto, Manoel
Costa, Francisco Edênio R. da
Diniz Filho, Francisco de Freitas
Medeiros, Aldo da Cunha
Palavras-chave: Hiperidrose;Videotoracoscopia;Simpaticotomia;Artéria carótida;Artéria vertebral;Alterações vasculares
Data do documento: 2005
Citação: CAVALCANTE, Jeancarlo F. ; ARAÚJO, Carlos Alberto Almeida ; XIMENES NETTO, Manoel ; COSTA, Francisco Edênio R. da ; DINIZ FILHO, Francisco de Freitas ; MEDEIROS, Aldo da Cunha. Efeitos da simpaticotomia endoscópica sobre as artérias carótidas e vertebrais na terapêutica cirúrgica da hiperidrose primária. Acta Cirúrgica Brasileira , Brazil, v. 20, p. 101-106, 2005. Suplemento n.1. Disponível: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-86502005000700018&lng=en&nrm=iso> Acesso em: 30 set. 2013.
Resumo: Analisar, em pacientes submetidos a simpaticotomia videotoracoscópica para tratamento da Hiperidrose Primária (HP), as conseqüências hemodinâmicas da desnervação vascular das artérias carótidas e vertebrais após a trans-secção cirúrgica da cadeia simpática torácica (simpaticotomia), através da mensuração de parâmetros ultra-sonográficos. Método: Vinte e quatro pacientes portadores de HP submetidos a quarenta e oito simpaticotomias torácicas endoscópicas foram avaliados através da mensuração da velocidade de pico sistólico (VPS), velocidade de pico diastólico (VPD), índice de pulsatibilidade (IP) e índice de resistência (IR) nas artérias carótidas comuns, internas e externas, além da artéria vertebral bilateralmente usando o eco-doppler duplex scan. As avaliações foram realizadas antes da intervenção cirúrgica e trinta dias após o procedimento. O teste de Wilcoxon foi usado na análise das diferenças entre as variáveis antes e depois da simpaticotomia. Resultados: A simpaticotomia no nível de T3 foi a trans-secção mais realizada (95,83%), seja isoladamente (25%) ou associada a T4 (62,50%) ou a T2 (8,33%). Houve aumento significativo no IR e no IP da artéria carótida comum bilateralmente (p<0,05). A VPD da artéria carótida interna diminuiu em ambos os lados (p<0,05). A VPS e a VPD da artéria vertebral direita também aumentaram (p<0,05). Achados assimétricos foram observados, de modo que artérias do lado direito foram as mais freqüentemente afetadas. Conclusões: Alterações hemodinâmicas foram observadas nas artérias vertebral e carótida após simpaticotomia para tratamento de HP. VPS foi o parâmetro mais freqüentemente alterado, principalmente nas artérias do lado direito, representando alterações assimétricas significantes nas artérias carótida e vertebral. Entretanto, são necessárias pesquisas subseqüentes para verificar se essas alterações são definitivas ou temporárias, uma vez que as inferências clínicas somente terão validação se as alterações forem permanentes
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/1/6292
ISSN: 1678-2674
Aparece nas coleções:CCS - DCIRUR - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AldoCM_Efeitos_25576.pdf586,19 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons