Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12098
Título: BURNOUT: analisando a síndrome do ramo das indústrias alimentícias do Rio Grande do Norte
Autor(es): Lima, Naíla Kelly do Nascimento
Palavras-chave: Burnout;ASH;Indústrias alimentícias;Burnout;ASH;Nourishing companies
Data do documento: 24-Ago-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Naíla Kelly do Nascimento. BURNOUT: analisando a síndrome do ramo das indústrias alimentícias do Rio Grande do Norte. 2007. 75 f. Dissertação (Mestrado em Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: This paper aims to verify the Burnout´s possibilities of incidence, finding the creating dimensions and comparing with the socio-demographics characteristics of the researched professionals. This quantitative-descriptive search has a population of 197 workers of 23 nourishing companies in Rio Grande do Norte. This population is predominantly male, younger than 28 years old, single, relatively instructed (57,07% with complete high school) and having just started their current job since 79% of the interviewees are in the company less than six years. The AUDITORIA DO SISTEMA HUMANO (ASH) model, utilized for investigation and developed for the Spaniards Quijano and Navarro in 1999, has several dimensions about human resources management and the organizational effectiveness, but only makes part of the research in 19 questions Burnout referring. It was used factorial analyses with extraction method, varimax rotation and Kaiser normalization with the intuition to define the creating dimensions of the syndrome, they were evaluated with Cronbach Alpha coefficient after extraction. The dimensions found through the factorial analyses were: emotional exhaustion, physical exhaustion and vitality. The accumulated explanation value reached 65,30% of total variation. The data socio-demographics don t justify the syndrome appearance, because the T test and ANOVA showed irrelevant values. It has been also observed that the founded dimensions were different of the Maslach sociopsychological perspective (emotional exhaustion, depersonalization and low professional realization) allowing comparison with others researches and the possibility to develop new ones with workers from different assistance areas. These new researches are important, since the syndrome refers to chronic labor stress consequences and any professional is favorable to Burnout, harmful to the company as to the collaborators
metadata.dc.description.resumo: Este estudo objetiva verificar a possibilidade de incidência da síndrome de burnout, encontrando as dimensões formadoras e comparando com as características sóciodemográficas dos profissionais pesquisados. A pesquisa de cunho quantitativodescritiva tem como população 197 funcionários de 23 empresas do setor alimentício do Estado do Rio Grande do Norte e é predominantemente masculina, com idade inferior a 28 anos, solteira, relativamente culta (57,07% possuem ensino médio completo) e com pouco tempo no emprego, já que 79% dos entrevistados estão na empresa a menos de seis anos. O modelo da Auditoria do Sistema Humano (ASH), instrumento de investigação utilizado que foi desenvolvido pelos espanhóis Quijano e Navarro em 1999, possui várias dimensões sobre a gestão da qualidade dos Recursos Humanos e a efetividade organizacional, mas só fizeram parte da pesquisa as 19 questões referentes ao burnout. Com intuito de definir as dimensões formadoras da síndrome, foi utilizada a análise fatorial com método de extração, rotação varimax e normalização Kaiser, sendo avaliadas, após a extração, com o coeficiente Alpha de Cronbach. As dimensões encontradas através da análise fatorial foram: exaustão emocional, esgotamento e vitalidade, tendo o valor da explicação acumulada atingido 65,30% da variação total. Os dados sóciodemográficos não justificaram o aparecimento da síndrome, pois o Teste T e a ANOVA apresentaram valores irrelevantes. Observou-se também que as dimensões encontradas no trabalho foram diferentes da perspectiva social-psicológica de Maslach (exaustão emocional, despersonalização e baixa realização profissional) permitindo assim a comparação com outros estudos e a possibilidade de desenvolvimento de novas pesquisas com funcionários de áreas diferentes da assistencial. Essas novas pesquisas são importantes, uma vez que a síndrome refere-se à conseqüência do estresse laboral crônico e qualquer profissional está propício ao burnout, prejudicial tanto para empresa quanto para os colaboradores
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12098
Aparece nas coleções:PPGA - Mestrado em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
NailaKNL.pdf370,04 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.