Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12120
Título: Diagnóstico da cultura organizacional em hospitais da rede privada de Natal/RN
Autor(es): Lucena, Lidiane de Medeiros
Palavras-chave: Cultura organizacional;Cultura hospitalar;Práticas;Valores organizacionais
Data do documento: 26-Ago-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LUCENA, Lidiane de Medeiros. Diagnóstico da cultura organizacional em hospitais da rede privada de Natal/RN. 2008. 78 f. Dissertação (Mestrado em Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
metadata.dc.description.resumo: As peculiaridades presentes no ser humano são observadas a partir da manifestação de sua cultura. Estas manifestações podem ser influenciadas pelo contexto social do indivíduo. A cultura nacional é uma destas influências. A brasileira, por exemplo, possui alguns traços nacionais peculiares ao seu povo que amenizam a sua complexidade e pluralidade. Estes traços podem se tornar influentes na cultura organizacional, através da manifestação das práticas e dos valores utilizados pela organização. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo diagnosticar a cultura organizacional dos hospitais, enfatizando as práticas e os valores organizacionais e a percepção dos colaboradores sobre a cultura organizacional. A metodologia utilizada na pesquisa foi de caráter descritivo e explicativo. A pesquisa ocorreu através da aplicação do Instrumento Brasileiro para a Avaliação da Cultura Organizacional IBACO, com 283 sujeitos distribuídos em três hospitais da rede privada de Natal/RN. As evidências encontradas pelo estudo foram analisadas através do software estatístico SPSS, com as técnicas multivariadas de análise fatorial, análise de aglomerados e análise discriminante. A partir dessas análises, foram obtidos cinco fatores distribuídos entre práticas e valores apresentados pelo IBACO, que foram: as práticas de recompensa e treinamento; integração externa e promoção do relacionamento interpessoal; e, os valores de satisfação, bem-estar e cooperação dos empregados e profissionalismo competitivo. Os grupos encontrados na análise apresentaram divergências de opinião quanto às práticas e os valores utilizados nos hospitais. Concluiu-se, portanto, que o Hospital A apresentou uma cultura mais proativa e voltada mais para a satisfação e bem-estar dos funcionários. Já os outros dois hospitais apresentaram culturas semelhantes, com limitações quanto à valorização do bem-estar e da cooperação entre os colaboradores, porém com uma boa prática do relacionamento interpessoal
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12120
Aparece nas coleções:PPGA - Mestrado em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LidianeML.pdf342,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.