Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12169
Título: O city marketing em Natal/RN e a construção da imagem da cidade
Autor(es): Santos, Thais Chacon dos
Palavras-chave: Turismo;City marketing;Gestão pública;Imagem;Tourism;City marketing;Public management;Image
Data do documento: 20-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SANTOS, Thais Chacon dos. O city marketing em Natal/RN e a construção da imagem da cidade. 2010. 130 f. Dissertação (Mestrado em Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The growing importance of tourism in overall economic activity worldwide has favored the intensification of competition among cities that seek to create environments attractive to tourists and potential investors. It has been common practice to import characteristics of the business environment in the public management of cities. The city marketing is a key tool used by public leaders to promote a linkage between the tourism image and urban image and involves, in addition to promoting the image of the city, the planning of interventions in urban space, trying to formulate a positive image of the city able to facilitate the deployment of capital. This research seeks to understand the nature of city marketing as part of contemporary urban management and analyzes how is its application in decisions concerning the promotion of tourism in Natal/RN. The approach of this research is qualitative, exploratory and descriptive, in which respondents were the main leaders of two of the official tourism site, the Empresa Potiguar de Promoção Turística and the Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico. It was found that there is a strong articulation of public power with private enterprise in the design and conduct of the actions of urban marketing, that from the survey data show that the behavior of target markets provide guidelines for taking strategic decisions relating to tourism. Sun and sea are some key elements explored to form the image of Natal and to authorize the sale of the city as a tropical paradise. However, there is an increase in the diversification of tourism products, seeking to increase flow to the segments of ecotourism, adventure, business and culture. It s also growing the use of local culture as a tourism product, however, the cultural representation focuses on superficial values and does not bring to light the social and historical richness that the city has. Public authorities use the city marketing strategies as a means able to maximize the attractiveness of Natal urban space to investors, business groups and tourists. It can be observed that urban managers seek solutions that can continuously increase the tours, which often manifests in interventions that focus the tourist areas of the city, in oposition of those who do not contribute to a positive reading of the city, which ultimately generate the worsening of spacial and social inequalities
metadata.dc.description.resumo: A crescente importância do turismo no conjunto das atividades econômicas mundiais tem favorecido a intensificação da competição entre cidades que buscam criar ambientes atrativos para turistas e investidores em potencial. Tem sido comum a importação de práticas características do ambiente empresarial na gestão pública das cidades. O city marketing consiste num instrumento estratégico utilizado pelos dirigentes públicos para promover uma articulação entre a imagem turística e imagem urbana e envolve, além da promoção da imagem da cidade, o planejamento de intervenções no espaço urbano, buscando a formulação de uma imagem positiva da cidade capaz de viabilizar a implantação do capital. Com base nessa realidade, o presente estudo busca compreender a natureza do city marketing enquanto elemento da gestão urbana contemporânea e analisar como se dá sua aplicação nas decisões relativas à promoção do turismo da cidade de Natal/RN. Trata-se de um estudo cuja abordagem é qualitativa, de natureza exploratória e descritiva, no qual foram entrevistados os principais dirigentes de dois dos órgãos oficiais de turismo local, a Empresa Potiguar de Promoção Turística e a Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico. Constata-se que, tanto na concepção como na condução das ações de marketing urbano, há uma forte articulação do poder público com a iniciativa privada, que a partir do levantamento de dados que revelam o comportamento dos mercados-alvo fornecem as diretrizes para que sejam tomadas as decisões estratégicas relativas à atividade turística. Sol e mar são alguns dos principais elementos explorados para constituir a imagem de Natal e autorizar a venda da cidade como paraíso tropical . Contudo, ocorre o aumento na diversificação dos produtos turísticos, buscando intensificar o fluxo para os segmentos de turismo ecológico, de aventura, de negócio e cultural. Cresce a exploração da cultura local como produto turístico, no entanto, a representação cultural se detém a valores superficiais e não traz à tona a riqueza histórica e social que a cidade guarda. As autoridades públicas lançam mão das estratégias de marketing urbano como meio capaz de maximizar os atrativos do espaço urbano de Natal frente a investidores, grupos empresariais e turistas. Observa-se disposição política em buscar continuamente soluções que possam incrementar os roteiros turísticos, o que se manifesta muitas vezes em intervenções no espaço urbano que privilegiam as zonas turísticas da cidade, em detrimento daquelas que não contribuem para uma leitura positiva da cidade, o que acaba por gerar o agravamento das disparidades socioespaciais
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12169
Aparece nas coleções:PPGA - Mestrado em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ThaisCS_DISSERT.pdf1,75 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.