Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12277
Título: Femininos de montar - Uma etnografia sobre experiências de gênero entre drag queens
Autor(es): Santos, Joseylson Fagner dos
Palavras-chave: Drag queens. Travestilidade. Relações de gênero. Etnografia. Teoria queer;Drag queens. Transvestite. Gender studies. Ethnography. Queer theory
Data do documento: 26-Nov-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SANTOS, Joseylson Fagner dos. Femininos de montar - Uma etnografia sobre experiências de gênero entre drag queens. 2012. 240 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The paper presents a discussion about gender and body in the drag queens experience at Natal city (RN). From the different concepts that characterizes the identity processes on subjects who perform gender transformation (transvestites, transsexuals and female impersonators), the justification for studying the drag character is observed as a means to understand matters that are important when you take such a position. Therefore, there is a need for a linkage between the various concepts responsible for this definition, in addition to considering the historical and cultural process responsible for the creation of such categories, identities and stereotypes among these individuals. In this sense it will be possible to carry out a critical analysis on the different social loads present in each representation, and understand what is at stake in the attribution of classifications and terminologies that are applied to different expressions of metamorphosis. This ethnography considers the debate from a field research conducted at LGBT social establishments and other performance spaces of these people, verifying their dynamics in these places and investigating relationships between performers, personas and characters and also backstage scene in which they participate
metadata.dc.description.resumo: O texto apresenta uma discussão sobre corpo e gênero na experiência de drag queens na cidade de Natal (RN). A partir das diferentes concepções que marcam os processos identitários sobre sujeitos que realizam transformação de gênero (travestis, transexuais, transformistas), a justificativa por estudar o personagem drag se observa como um meio de entender que questões são importantes no momento de assumir tal posição. Nesse sentido, é necessária uma articulação entre os variados conceitos responsáveis por esta definição, além de considerar o processo histórico e cultural responsável pela criação de categorias, estereótipos e identidades entre estes indivíduos. Desse modo será possível realizar uma análise crítica sobre as diferentes cargas sociais presentes em cada representação e compreender o que está em jogo na atribuição de nomenclaturas e terminologias que são aplicadas às diferentes expressões de metamorfose de gênero. Esta etnografia contempla o debate a partir de um trabalho de campo realizado em estabelecimentos de sociabilidade LGBT e outros espaços de atuação destas pessoas, verificando suas dinâmicas nestes lugares e investigando relações entre intérpretes, máscaras e personagens também nos bastidores da cena da qual participam
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12277
Aparece nas coleções:PPGAS - Mestrado em Antropologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseylsonFS_DISSERT.pdf6,15 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.