Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12286
Título: "Bordados do Seridó" : uma experiência etnográfica com as bordadeiras do município de Caicó-RN
Autor(es): Araujo, Adrianna Paula de Medeiros
Palavras-chave: Bordadeiras de Caicó. Artesanato. Trabalho feminino. Consumo. Antropologia;Embroiderers of Caicó. Craft. Female labor. Consumption. Anthropology
Data do documento: 26-Set-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARAUJO, Adrianna Paula de Medeiros. "Bordados do Seridó" : uma experiência etnográfica com as bordadeiras do município de Caicó-RN. 2013. 139 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: The narratives that circulate Caicó tell us that the activity of embroidery would have come to town by the eighteenth century, by the Portuguese colonizers. Initially, the embroidery worked as a constitutive element in the formation of women, especially in the construction of the role of "talented ladies", was later characterized in a income generating activity moving strongly the informal sector of the local economy. In addition to source of income, the practice of embroiderers is redefining the craft tradition, transforming the embroidery on one of the symbols of identity of the city as it reaches other markets, carrying the name "Caicó embroidery". The research aims to investigate the dynamics of artisanal embroidery production, within the family circle and its consequences after its entry in the commercial sphere. It also seeks to investigate how the activity operates within a context in which the subjects (embroiderers and intermediaries) and their distinct negotiations trigger certain discourses, particularly those related to identity and authenticity on behalf of economic, political and cultural purposes
metadata.dc.description.resumo: As narrativas que circulam por Caicó contam-nos que a atividade de bordar teria chegado à cidade por volta do século XVIII, através dos colonizadores portugueses. Inicialmente, o bordado funcionou como elemento constitutivo na formação feminina, sobretudo, na construção do papel da moça prendada , posteriormente, foi caracterizando-se como atividade geradora de renda, passando a movimentar fortemente o setor informal da economia local. Além de fonte de renda, a prática das bordadeiras vem ressignificando a tradição artesanal, transformando o bordado em um dos símbolos identitários do município ao projetá-lo para outros mercados, carregando o nome de bordados de Caicó . A pesquisa tem como objetivo investigar a dinâmica da produção artesanal do bordado, dentro do círculo familiar e em seus desdobramentos após a sua entrada na esfera comercial. Também busca investigar como a atividade opera dentro de um contexto em que os sujeitos (bordadeiras e intermediários) e seus distintos agenciamentos acionam certos discursos, sobretudo aqueles relacionados a identidade e autenticidade, em nome de fins econômicos, políticos e culturais
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12286
Aparece nas coleções:PPGAS - Mestrado em Antropologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AdriannaA_DISSERT.pdf2,47 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.