Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12351
Título: A Relação professor-aluno e a afirmação do discente como sujeito do processo projetual: um estudo exploratório sobre a produção do trabalho final de graduação em arquitetura e urbanismo na UFC e na UFRN
Autor(es): Marques, Ricardo Barros
Palavras-chave: Didática;Processo projetual;Relação Professor Aluno;. Autonomia projetual;Didactic. Relationship. Autonomy. Process. Orientation
Data do documento: 26-Mar-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MARQUES, Ricardo Barros. A Relação professor-aluno e a afirmação do discente como sujeito do processo projetual: um estudo exploratório sobre a produção do trabalho final de graduação em arquitetura e urbanismo na UFC e na UFRN. 2010. 180 f. Dissertação (Mestrado em Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: This work deals with teacher-student relationship (TSR), held in a very special moment: the semester of graduation of architecture and urbanism, where students prepare the final work called Graduation Final Work (GFW). That is the last stage to obtain the title of architect and urban planner in Brazil. The text discusses this problem in several ways, emphasing the relationship between graduated student and his/her mentors into the consolidation process of the student as an actor of the planning process, here defined as "autonomy". The work is focused on understanding the TSR in order to elucidate its importance for improvement of teaching bases on development of the GFW, more than the relation between curriculum and institution. Related with the exploratory characteristic of this master thesis, methodologically, the field work happened through: (i) observation of mentorship guidance, (ii) interviews, and (iii) application of questionnaires to teachers and students. Participated 10 pairs of student and mentors of two federal university of Northeast: 05 pairs of the Federal University of Ceará (UFC) and 05 pairs of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN). The results presented the development of the GFW as a difficult process / fearful for students, highlighting the main problem situations: the difficulty in choosing the theme, the super-sizing of the process, students' insecurities, and parental relationship with the supervisor process. Summing up, the work indicates that the students has a limited autonomy on the GFW process, which calls for a revision in order to promote the consolidation of the student autonomy, which must be observed for some positions recognition of the role of each actor in the process of orientation
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação registra um estudo centrado na relação professoraluno (RPA) realizado em um momento muito particular: o semestre de conclusão do curso de arquitetura e urbanismo, quando os estudantes elaboram o denominado Trabalho Final de Graduação (TFG), última etapa para a obtenção do título de arquiteto e urbanista no Brasil. O texto discorre sobre essa problemática sob diversos aspectos, com ênfase para a relação orientador-orientando e para o processo de afirmação do discente como sujeito do processo projetual, aqui definido como autonomia . Afastando-se de uma análise da relação currículo-instituição, o trabalho está focado no entendimento da RPA, de modo a elucidar sua importância para melhoria das bases pedagógicas relativas ao desenvolvimento do TFG. Assumindo seu caráter exploratório, metodologicamente a pesquisa de campo ocorreu a: (i) observação de seções de orientação; (ii) realização de entrevistas e (iii) aplicação de questionários a professores e estudantes. Participaram 10 duplas orientador(a)/orientando(a) vinculadas a duas instituições de ensino superior federais do nordeste: 05 da Universidade Federal do Ceará (UFC) e 05 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Os resultados obtidos mostraram a elaboração do TFG como um processo difícil/temeroso para os alunos, evidenciando como principais situações-problema: a escolha do tema; o superdimensionamento do processo; inseguranças estudantis; e relação paternal do orientador com o processo. De modo geral, verificou-se que os discentes demonstraram ter uma autonomia ainda restrita; isso indica que a atividade projetual desenvolvida pelo aluno na produção do TFG é um processo que merece ser revisto, de modo a promover a consolidação da autonomia do discente, para o que precisam ser observadas algumas posturas relativas ao reconhecimento do papel de cada agente no processo de orientação
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12351
Aparece nas coleções:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RicardoBM_DISSERT.pdf3,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.