Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12362
Título: Visitabilidade-vivenciabilidade em assentamentos informais : um estudo da acessibilidade de percursos urbanos no Conjunto Santa Terezinha em Fortaleza-CE
Visitabilidade-vivenciabilidade em assentamentos informais : um estudo da acessibilidade de percursos urbanos no Conjunto Santa Terezinha em Fortaleza-CE
Autor(es): Mamede, Lia Costa
Palavras-chave: Acessibilidade;Desenho universal;Parâmetros urbanos;Assentamentos informais;Visitabilidade;Vivênciabilidade;Accessibility;Universal design parameters;Urban informal settlements;Visitability;Experiencebility
Data do documento: 9-Mai-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MAMEDE, Lia Costa. Visitabilidade-vivenciabilidade em assentamentos informais : um estudo da acessibilidade de percursos urbanos no Conjunto Santa Terezinha em Fortaleza-CE. 2011. 161 f. Dissertação (Mestrado em Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: This research approaches the issue of accessibility in informal settlements, seeking for the challenges and limits defined by informal urban settings, about the application of accessibility parameters. Take the empirical universe as the Conjunto Santa Terezinha, located in Fortaleza- Ce. Initially, the study presents a reflection about the housing issue in Brazil and the informal settlementes in view of the Right to the City. In this sense, the main references are, the works of Suzanne Pasternak (2008), Nabil Bonduki (1998) and Erminia Maricato (1996-97), among others. Follows with the discussion of the concepts and classifications of this type of settlement, making a content analysis of legislation and regulations relating to accessibility and proposed the discussion of the accessible route as the right strategy for the city. In another step, the methodology of 'walking together' created by Dischinger (2000) was applied in a passage previously chosen, which the researcher follows the disabled person during the journey through city making records like photos and video. The comments and perceptions are compared to the spatial analysis of urban morphology, made from the method of Del Rio (1990) and Panerai (2006), and the parameters of NBR 9050. Knowledge of the area is enriched by the methodology of the production of space made by Henri Lefebvre in his book 'The production of space' (1974) with these categories: space conceived, perceived and lived. Another key reference of this author it s the book 'The Right to the City' (991), which allowed in-depth reflections on the social function of town. In conclusion, the study finds that to guarantee a minimum access conditions in informal sittlements it´s necessary to know the specifics of their morphology, their relations and urban practices in view of the visitability- experiencebility, describing it as complementary concepts
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa aborda o tema da acessibilidade em assentamentos informais, buscando identificar desafios e limites definidos por configurações urbanas informais à aplicação de parâmetros de acessibilidade. Toma como universo empírico o Conjunto Santa Terezinha, situado em Fortaleza-Ce. Inicialmente o estudo apresenta uma reflexão sobre a questão habitacional no Brasil e a produção do espaço informal na perspectiva do Direito à Cidade. Nesse sentido, são referências principais os trabalhos de Suzana Pasternak (2008), Nabil Bonduki (1998) e Ermínia Maricato (1996-97), entre outros. Segue com o debate acerca dos conceitos e classificações desse tipo de assentamento, fazendo uma análise do conteúdo da legislação e normativa referente à acessibilidade e propõe a discussão da rota acessível como estratégia para o direito à cidade. Em outra etapa, foi aplicada a metodologia do passeio acompanhado criado por Dischinger (2000) num trecho previamente escolhido, no qual a pesquisadora acompanha a pessoa com deficiência durante o percurso urbano e o registra através de fotos e vídeo. Os comentários e percepções são comparados à análise espacial da morfologia urbana, feita a partir da metodologia de Del Rio (1990) e Panerai (2006), e aos parâmetros da NBR 9050. O conhecimento da área é enriquecido pela metodologia de análise da produção do espaço feita através da metodologia de Henri Lefebvre em seu livro A produção do espaço (1974) nas categorias: espaço concebido, percebido, e vivido. Outra referência fundamental desse autor é o livro O Direito à Cidade (991), que possibilitou o aprofundamento das reflexões sobre a função social da cidade. Concluindo, o estudo constata que para garantir um mínimo de condições de acesso em áreas informais é necessário conhecer as especificidades de sua morfologia, de suas relações e práticas urbanas na perspectiva da visitabilidade-vivenciabilidade, entendidos como conceitos complementares
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12362
Aparece nas coleções:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LiaCM_DISSERT.pdf9 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.