Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12380
Título: Projeto de um edifício para fins educacionais com foco na racionalização do consumo de água
Autor(es): Dantas, Petterson Michel
Palavras-chave: projeto arquitetônico;edifícios educacionais;água potável;redução de consumo;architectural design;education building;drinking water;consumption reduction
Data do documento: 30-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DANTAS, Petterson Michel. Projeto de um edifício para fins educacionais com foco na racionalização do consumo de água. 2012. 134 f. Dissertação (Mestrado em Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The urban growth without the prior infrastructure has caused many environmental impacts such as the damage to quality of the water resources in the cities. Along with natural scarcity in some regions, this is one of the factors that limit the availability of drinking water. As a result, the conservation of drinking water is becoming one of the major concerns in sustainable architectural projects. Within this context, this dissertation proposes to develop the design of an educational building focusing on water consumption rationalization. The proposed project is located in UFRN Campus at Currais Novos, an area of warm and dry climate and low rainfall. The proposal seeks to integrate ways to reduce water consumption o to architecture, in order to exploit the advantages and savings. After quantifying the benefits achieved, it was concluded that it is possible to reduce significantly the drinking water consumption in educational buildings in universities using three principles: reduction the water consumption at the point of use, replacement of the water source and internal recycling. Calculations and simulations indicated that the proposed building may have water consumption up to 56% lower than if it would be provided by conventional facilities. Rationalization of water consumption brings direct and indirect benefits, with influences on the environmental, social and economic fields
metadata.dc.description.resumo: O crescimento urbano sem a infraestrutura prévia tem provocado diversos impactos ambientais, como o comprometimento da qualidade das reservas hídricas nas cidades. Juntamente com a escassez natural em certas regiões, este é um dos fatores que limitam a disponibilidade de água para consumo. Em função disso, a conservação da água potável vem se tornando uma das principais preocupações nos projetos arquitetônicos sustentáveis. Dentro deste contexto, este trabalho se propõe a desenvolver um projeto de arquitetura para um edifício de ensino superior com foco na racionalização do consumo de água. O projeto proposto situa-se no campus da UFRN no município de Currais Novos, área de clima quente e seco e de baixa pluviometria. A proposta busca integrar medidas de redução do consumo de água à arquitetura, com a finalidade de explorar quais as vantagens trazidas e a economia alcançada. Após a quantificação de benefícios das medidas adotadas, constatouse que é possível reduzir significantemente o consumo de água potável nos edifícios educacionais em universidades utilizando-se três princípios: redução do consumo de água no ponto de utilização, substituição da fonte de água e reciclagem interna. Os cálculos e simulações realizadas indicaram que a edificação proposta pode ter um consumo até 56% menor do que se fosse provida por instalações hidrossanitárias convencionais. A racionalização do consumo de água traz benefícios diretos e indiretos, com desdobramentos no campo ambiental, social e econômico
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12380
Aparece nas coleções:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PettersonMD_DISSERT.pdf15,05 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.