Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12504
Título: Encalhes de Cetáceos ocorridos no período de 1984 a 2005 no litoral do Rio Grande do Norte, Brasil
Autor(es): Medeiros, Priscila Izabel Alves Pereira de
Palavras-chave: Encalhes;Cetáceos;Mamíferos marinhos;Sotalia guianensis;Rio Grande do Norte
Data do documento: 3-Jul-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MEDEIROS, Priscila Izabel Alves Pereira de. Encalhes de Cetáceos ocorridos no período de 1984 a 2005 no litoral do Rio Grande do Norte, Brasil. 2006. 67 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: Strandings of live or dead aquatic mammals constitute an important instrument to provide information regarding the occurrence, biology and ecology of these species. The aim of this study was to register the stranded species of cetaceans, the frequency and the spatial-temporal distribution of theses strandings during the period of 1984 to 2005, in the coast of Rio Grande do Norte. Data was acquired through the monitoring of strandings in the north, north-west and south coast of RN, and through information obtained from institutions and newspaper archives of the State. A total of 122 strandings of cetaceans were registered along the coast of Rio Grande do Norte. Of the 14 species of cetaceans registered, four species had higher frequencies: Sotalia guianensis (n= 65), Steno bredanensis (n = 6), Globicephala macrorhynchus (n = 6) and Physeter macrocephalus (n = 7). Out of 118 strandings, 93 occurred in the south coast (78.8 %), 23 in the north coast (19.5%) and 2 (1.7%) in the north-west coast of the State. The highest frequency of strandings occurred during the months of August to March and the maximum number of strandings occurred from 2000 onwards, as a consequence of the intense monitoring of the Pequenos Cetáceos Project in Rio Grande do Norte
metadata.dc.description.resumo: Os encalhes de mamíferos aquáticos vivos ou mortos consistem em um instrumento importante na obtenção de informações sobre a ocorrência, a biologia e a ecologia das espécies. O objetivo do presente trabalho foi registrar as espécies de cetáceos encalhadas, a freqüência e a distribuição espaço-temporal destes encalhes, durante o período de 1984 a 2005 no litoral do Rio Grande do Norte. Os dados foram coletados através do monitoramento de encalhes de cetáceos no litoral norte, noroeste e sul do RN, e através do levantamento de informações sobre encalhes em instituições e arquivos dos jornais do Estado. Um total de 122 cetáceos encalhados foi registrado ao longo do litoral do Rio Grande do Norte. Foram registradas 14 espécies de cetáceos, das quais quatro espécies apresentaram maior freqüência: Sotalia guianensis (n = 65), Steno bredanensis (n = 6), Globicephala macrorhynchus (n = 6) e Physeter macrocephalus (n = 7). Dentre 118 eventos de encalhes, 93 ocorreram no faixa sul (78,8 %), 23 na faixa norte (19,5%) e dois (1,7%) na faixa noroeste do Estado. A maior freqüência de encalhes ocorreu entre os meses de agosto a março e o máximo número de encalhes foi registrado a partir de 2000, como uma conseqüência do intenso monitoramento realizado pelo Projeto Pequenos Cetáceos do Rio Grande do Norte
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12504
Aparece nas coleções:PPGBA - Mestrado em Bioecologia Aquática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PriscilaIAPM.pdf1,74 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.