Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12513
Título: Demanda química de oxigênio, clorofila a e comunidade fitoplanctônica como indicadores da qualidade da água no Canal do Pataxó/RN
Autor(es): Câmara, Fabiana Rodrigues de Arruda
Palavras-chave: Canal do Pataxó/RN;Clorofila;Fitoplancton;Indicador biológico;Qualidade da água;Canal do Pataxó/RN;Chlorophyll;Phytoplankton;Biological indicator
Data do documento: 13-Fev-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CÂMARA, Fabiana Rodrigues de Arruda. Demanda química de oxigênio, clorofila a e comunidade fitoplanctônica como indicadores da qualidade da água no Canal do Pataxó/RN. 2007. 124 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: The current study examined spatial-temporal modifications and water quality through chemical and biotic indicators during both dry (January, February and November 2006) and wet seasons (March to June 2006). This study was carried out in Armando Ribeiro Gonçalves Reservoir, RN, Canal do Pataxó and after the water station treatment (WST). The physical-chemical parameters were measured in situ and inorganic nutrients, chlorophyll a and Free Oxygen Demand (FOD) were analyzed in laboratory conditions. Quali quantitative analyses of phytoplankton were carried out utilizing Sedgwick-Rafter camera. Results indicate that DQO concentrations were low. FOD concentrations in the reservoir were comparatively higher in the dry season (5.21 mgL-1; 5.64 mgL-1 e 6.05 mgL-1) in relation to the wet season (4.52 mgL-1; 4.12 mgL-1 e 4.92 mgL-1), in surface, intermediate and bottom waters, respectively. FOD values were inferior to 1.0mgL-1in both Canal do Pataxó and after WST, which is considered adequate for public use reservoirs. Although FOD concentrations were low, Armando Ribeiro Gonçalves Reservoir, Canal do Pataxó and WST were classified as euthophizied, mesotrophic ad oligotrophic, respectively, considering the Index of Trophic State Criteria. Chlorophyll a concentrations in the study reservoir were higher in the surface (199.2 µgL-1) during the wet season, whereas in Canal do Pataxó concentrations decreased from 1.56 µgL-1 to 0.028 µgL-1, and after WST values were low (0.059 µgL-1). Dominance of cianobacterias, such as Planktotrhix agardhii (dry season) and Microcystis sp (wet season) was registered in all three areas. In the reservoir and Canal do Pataxó, density of cianobacterias, such as P. agardhii and Microcistys sp., was superior to the values allowed by the Health ministry (HM). However, after WST, density values of cianobacteria were inferior to values established by the HM
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo objetivou avaliar as mudanças espaço-temporal e a qualidade da água, através de indicadores químicos e bióticos, durante um período de estiagem (jan, fev e nov de 2006) e um período de chuvas (março a junho de 2006). O estudo foi realizado na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves/RN (ARG), no Canal do Pataxó e depois da Estação de Tratamento da Água (ETA). Os parâmetros físico-químicos foram medidos in situ e os valores dos nutrientes inorgânicos, clorofila a e Demanda Química de Oxigênio (DQO) foram analisados em laboratório. As análises quali-quantitativa das microalgas foram realizadas utilizando-se a câmara de Sedgwick-Rafter. Os resultados indicaram que as concentrações da DQO de uma maneira geral foram baixas. Na barragem ARG, no período de estiagem a DQO foi comparativamente mais elevada (5,21 mgL-1; 5,64 mgL-1 e 6,05 mgL-1) do que no período de chuvas (4,52 mgL-1; 4,12 mgL-1 e 4,92 mgL-1), respectivamente, na superfície, meio e fundo. Antes (Canal do Pataxó) e depois da ETA os valores encontraram-se abaixo de 1,0mgL-1, considerado de boa qualidade para reservatórios de abastecimento público. Apesar dos baixos valores da DQO, a barragem ARG, o Canal do Pataxó e a água depois do tratamento foram classificadas, respectivamente, como eutrofizada, mesotrófica e oligotrófica, segundo os critérios do Índice de Estado Trófico. As concentrações de clorofila a na Barragem ARG foram maiores na superfície (199,2 µgL-1) no período de chuvas. No Canal do Pataxó houve um decréscimo nas concentrações de clorofila a de 1,56 µgL-1 até 0,028 µgL-1 e depois da ETA o valor médio foi baixo (0,059 µgL-1). Houve dominância de cianobactérias como Planktotrhix agardhii, no período de estiagem, e Microcystis sp, no período de chuvas, nos três locais de estudo. As densidades das cianobactérias P. agardhii e Microcistys sp na Barragem ARG e no Canal do Pataxó excederam a densidade permitida pelo Ministério da Saúde (MS). Contudo, depois da ETA, os valores da densidade de cianobactérias foram inferiores ao preconizado pelo MS
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12513
Aparece nas coleções:PPGBA - Mestrado em Bioecologia Aquática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FabianaRAC.pdf923,46 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.