Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12535
Título: Avaliação da concentração de retinol em fígados frescos e congelados de frangos das linhagens Cobb e Ross
Autor(es): Santos, Videanny Videnov Alves dos
Palavras-chave: Frango;Fígado;Retinol;Congelamento;CLAE;Chicken;Liver;Retinol;Freezing;HPLC
Data do documento: 29-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SANTOS, Videanny Videnov Alves dos. Avaliação da concentração de retinol em fígados frescos e congelados de frangos das linhagens Cobb e Ross. 2008. 80 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica; Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: The intake of adequate quantities of food, including those rich in vitamins, is necessary for a healthy life. The lack of vitamin A has been characterized as a public health problem in developing countries, however, a high intake of vitamin A can result in toxic and teratogenics effects. High concentrations of vitamin A have been observed in the livers of animals. The objective of this study was to assess the levels of retinol in chicken livers and verify the effect of frozen storage on these levels. 64 livers from two chicken strains, Cobb and Ross, were used, came from four different farms. We examined 32 livers from each strain, 8 samples from each farm. Liver sample were homogenized individually, then 4 aliquots were taken from each sample. One of aliquots was analyzed immediately after slaughter (T0), the others were analyzed after 30, 60 and 90 days of storage at -18oC (T30, T60 and T90, respectively). Retinol dosage in the liver was determined by High Performance Liquid Chromatography (HPLC). The levels of retinol varied significantly according to the strain. The mean retinol value in the fresh samples was 6678.0 ± 1337.7 and 8324.1 ± 1158.5 µg/100g in the Cobb and Ross strain, respectively. Values of 4258 ± 918.7 ± 1391.7 and 4650.5 ± 1391.7 μg/100g were found after 90 days of storage for Cobb and Ross strain, respectively. The liver freezing caused a significant reduction in their levels of retinol, causing a loss of up to 44% with respect to fresh livers. The reduction in retinol levels occurred from 30 days of storage. Even with the losses from the frozen, the ingestion of a typical portion of 100 g of liver, regardless the chicken strain analyzed, surpass all recommendations of consumption and the maximum tolerable intake of vitamin A (3000 μg/day) for adults
metadata.dc.description.resumo: A ingestão de quantidades adequadas de alimentos, incluindo aqueles ricos em vitaminas, é necessária para uma vida saudável. A carência de vitamina A tem sido caracterizada como um problema de saúde pública nos países em desenvolvimento, entretanto, uma alta ingestão de vitamina A pode resultar em efeitos tóxicos e teratogênicos. Altas concentrações de vitamina A tem sido observadas nos fígados de animais. O objetivo deste trabalho foi avaliar os níveis de retinol em fígados de frango e verificar o efeito da estocagem sob condições de congelamento sobre esses níveis. Foram utilizados 64 fígados de duas linhagens de frango, Cobb e Ross, provenientes de quatro diferentes propriedades. Examinamos 32 fígados de cada linhagem, 8 amostras de cada granja. As amostras de fígado foram homogeneizadas individualmente, em seguida foram retiradas de cada amostra 4 alíquotas. Uma das alíquotas foi analisada imediatamente após o abate (T0), as demais foram analisadas após 30, 60 e 90 dias de armazenamento a 18oC (T30, T60 e T90, respectivamente). A dosagem de retinol no fígado foi realizada através da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE). Os níveis de retinol variaram significativamente de acordo com a linhagem. O valor médio de retinol nas amostras frescas da linhagem Cobb e Ross foi de 6678,0 ± 1337,4 e 8324,1 ± 1158,5 µg/100g, respectivamente. Valores de 4258 ± 918,7 e 4650,5 ± 1391,7 μg/100g foram encontrados após 90 dias de estocagem para a linhagem Cobb e Ross, respectivamente. O congelamento do fígado causou uma redução significativa nos seus níveis de retinol, ocasionando uma perda de até 44% com relação aos fígados frescos. A redução nos níveis de retinol ocorreu a partir de 30 dias de estocagem. Mesmo com as perdas decorrentes do congelamento, a ingestão de uma típica porção de 100 g de fígado, independentemente da linhagem do frango analisada, ultrapassa todas as recomendações de consumo e o limite máximo de ingestão tolerável de vitamina A (3000 µg/dia) para adultos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12535
Aparece nas coleções:PPGB - Mestrado em Bioquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VideannyVAS.pdf493,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.