Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12540
Título: Atividades biológicas de polissacarídeos sulfatados extraídos da alga vermelha Gracilaria caudata
Autor(es): Costa, Leandro Silva
Palavras-chave: Gracilaria caudata;Atividade anticoagulante;Atividade antioxidante;Atividade antiproliferativa;Radicais livres;Gracilaria caudata;Red Algae;Anticoagulant;Antioxidant;Antiproliferative;Free radicals
Data do documento: 23-Dez-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, Leandro Silva. Atividades biológicas de polissacarídeos sulfatados extraídos da alga vermelha Gracilaria caudata. 2008. 70 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica; Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: In recent years, sulfated polysaccharides (SP) from marine algae have emerged as an important class of natural biopolymers with potential pharmacology applications. Among these, SP isolated from the cell walls of red algae have been study due to their anticoagulant,antithrombotic and anti-inflammatory activities. In the present study, three sulfated polysaccharides fractions denominated F1.5v, F2.0v and F3.0v were obtained from seaweed G. caudate by proteolysis followed to acetone fractionation. Gel electrophoresis using 0.05 M 1,3-diaminopropane-acetate buffer, pH 9,0, stained with 0.1% toluidine blue, showed the presence of SP in all fractions. The chemical analysis demonstrated that all the fractions are composed mainly of galactose. These compounds were evaluated in anticoagulant, antioxidant and antiproliferative activities. In anticoagulant activity evaluated through aPTT and PT tests, no one fractions presented anticoagulant activity at tested concentrations (0.1 mg/mL; 1.0 mg/mL; 2.0 mg/mL).The antioxidant activities of the three fractions were evaluated by the following in vitro systems: Total antioxidant capacity, superoxide and hydroxyl radical scavenging, ferrous chelating activity and reducing power. The fractions were found to have different levels of antioxidant activity in the systems tested. F1.5v shows the highest activity, especially in the ferrous chelating system, with 70% of ferrous inhibiting at 1.0 mg.mL-1. Finally, all the fractions showed dose-dependent antiproliferative activity against HeLa cells. The fractions F1.5v and F2.0v presented the highest antiproliferative activity at 2.0 mg/mL with 42.7% and 37.0% of inhibition, respectively. Ours results suggests that the sulfated polysaccharides from seaweed G. caudata are promising compounds in antioxidant and/or antitumor therapy
metadata.dc.description.resumo: Nos últimos anos, os polissacarídeos sulfatados de algas marinhas têm emergido como uma importante classe de biopolímeros naturais com potenciais aplicações farmacológicas. Dentre estas, os polissacarídeos sulfatados de algas vermelhas tem sido extensivamente estudados, principalmente devido seu potencial anticoagulante, antitrombótico e antiinflamatório. Neste estudo, três frações de polissacarídeos sulfatados, denominadas F1,5v, F2,0v e F3,0v, foram extraídas da alga vermelha Gracilaria caudata, através de proteólise, seguida de fracionamento com acetona. Eletroforese em gel de agarose em Tampão PDA mostrou a presença de polissacarídeos sulfatados em todas as frações. As análises químicas demonstraram que todas as frações são compostas principalmente de galactose. Esses compostos foram testados para as atividades anticoagulante, antioxidante e antiproliferativa. Na atividade anticoagulante avaliada através de kits comerciais de aPTT e PT, nenhuma das frações apresentou atividade nas concentrações testadas (0,1; 0,5 e 1,0 mg/mL). A atividade antioxidante das frações polissacarídicas foi avaliada através de diversos ensaios in vitro: Capacidade antioxidante total, seqüestro de radical superóxido e hidroxila, quelação férrica e poder redutor. As frações apresentaram diferentes níveis de atividade antioxidante nos sistemas testados. A fração F1,5v apresentou a maior atividade antioxidante, principalmente no ensaio de quelação férrica, com cerca de 70,00% de inibição na concentração de 1,0 mg/mL. Finalmente, todas as frações apresentaram atividade antiproliferativa dose-dependente frente a linhagem celular tumoral HeLa. As frações F1,5v e F2,0v apresentaram as maiores atividades antiproliferativa na concentração de 2,0 mg/mL, com 42,70% e 37,00% de inibição da proliferação celular em relação ao controle. Nossos resultados sugerem que os polissacarídeos sulfatados de G. caudata são promissores fármacos na terapia antioxidante e/ou antiproliferativa
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12540
Aparece nas coleções:PPGB - Mestrado em Bioquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LeandroSC.pdf635,72 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.