Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12549
Título: Avaliação do potencial anti-inflamatório, anticoagulante e hemorrágico de heparinóides presentes em "Artemia franciscana"
Autor(es): Moura, Celton Pereira de
Palavras-chave: Heparinóides;Artemia;Coagulação;Anti- inflamatório;Heparinoids;Artemia;Coagulation;Anti-inflamatory
Data do documento: 5-Nov-2004
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MOURA, Celton Pereira de. Avaliação do potencial anti-inflamatório, anticoagulante e hemorrágico de heparinóides presentes em "Artemia franciscana". 2004. 90 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica; Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Resumo: Heparan sulfate (HS) and Heparin (Hep) glycosaminoglycans (GAGs) are heterogeneous and highly charged polysaccharides. HS is structurally related to Hep but is much less substituted with sulfo groups than heparin and has a more varied structure (or sequence). Because of structural similiarities between these two polymers, they have been described together as heparinoids . Both chains bind a variety of proteins and mediate various physiologically important processes including, blood coagulation, cell adhesion and growth factor regulation. Heparinoids with structural characteristics similar to these described from HS and/or Hep from mammalian tissues have been isolated from different species of invertebrates, although only a few heparinoids from unusual sources have been characterized. The present study describes the presence of unusual heparinoids population from Artemia franciscana, isolated after proteolysis and fractionation by ion exchange resin and named, F-3.0M. The study model in vivo were hemostasis (rat tail scarification) and inflamatoty activity. The tests in vitro were used for coagulations assays (PT and APTT). The analyse of the heparinoids eluted with 3,0M NaCl showed electrophoretic migration in different buffer systems a single band with a behaviour intermediate between those of mammalian HEP and HS. The main products obtained from Artemia heparinoids after enzymatic degradation with heparitinases I and II from F. heparinum were N-sulphated disaccharides (∆U-GlcNS,6S/ ∆U,2S-GlcNS and ∆U-GlcNS) and N-acetylated disaccharides (∆U, GlcNAc). This heparinoid had a lower hemorrhagic effect (400μg/ml) when compared to unfractiionated heparins(25μg/ml).The results also suggest a negligible APTT activity of this heparinoid (62.2s). No action was observed on PT indicating that F-3.0M haven t action on the extrinsic pathway. The results showed that the fraction F- 3.0M have inhibitory effect on migration of leukocytes, 64.5% in the concentration of 10 μg/ml (P<0.001). The search for new heparin and/or heparan sulphates analogs devoid of anticoagulant activity is an atractive alternative and may open up a wide variety of new therapeutic applications
metadata.dc.description.resumo: Heparam sulfato (HS) e Heparina (Hep) são glicosaminoglicanos (GAGs), heterogêneos e altamente polianiônicos. HS é estruturalmente relacionado a heparina, mas contém uma quantidade menor de grupos sulfatados que a Hep. Devido às similaridades estruturais entre estes dois polímeros, eles têm sido denominados conjuntamente de heparinóides. Ambas as cadeias ligam-se a uma variedade de proteínas mediadas por vários processos fisiológicos importantes, incluindo a coagulação sanguínea, adesão celular e regulação dos fatores de crescimento. O presente estudo descreve a presença de uma população de heparinóides (F-3.0M) diferenciados presentes em Artemia franciscana os quais foram isolados por proteólise e fracionados por cromatografia de troca iônica com variadas concentrações de NaCl. Neste trabalho, utilizamos modelos in vivo para avaliar a homeostasia e a atividade anti-inflamatória destes heparinoides. A hemostasia foi avaliada por modelo de escarificação em caudas de ratos Wistar enquanto que o processo inflamatório foi observado através de peritonite induzida por tioglicolato de sódio a 3%. Os heparinóides eluidos com 3,0M de NaCl mostraram por eletroforese em diversos tampões uma única banda com comportamento intermediário entre a Hep de mamífero e HS. O principal produto obtido da fração F-3.0M de Artemia franciscana após a degradação enzimática com heparitinases I e II de Flavo bacterium Heparinum foram dissacarídeos N-sulfatados (U-GlcNS,6S/ U,2S-GlcNS e ∆U-GlcNS) e dissacarídeos N-acetilados (∆U, GlcNAc). Estes heparinóides apresentaram uma baixa atividade hemorrágica somente na concentração de 400μg/ml, é similar a heparina na concentração de 25μg/ml. Os resultados sugerem ainda, que esta fração tem baixa ação anticoagulante APTT (62,2s); não apresentando ação sobre PT, indicando que não tem ação sobre a via extrínseca da cascata. Os testes de atividade anti-inflamatória, desta fração tem efeito inibitório sobre a migração dos leucócitos da ordem de 64,5% na concentração de 10 μg/ml (P<0.001)Heparam sulfato (HS) e Heparina (Hep) são glicosaminoglicanos (GAGs), heterogêneos e altamente polianiônicos. HS é estruturalmente relacionado a heparina, mas contém uma quantidade menor de grupos sulfatados que a Hep. Devido às similaridades estruturais entre estes dois polímeros, eles têm sido denominados conjuntamente de heparinóides. Ambas as cadeias ligam-se a uma variedade de proteínas mediadas por vários processos fisiológicos importantes, incluindo a coagulação sanguínea, adesão celular e regulação dos fatores de crescimento. O presente estudo descreve a presença de uma população de heparinóides (F-3.0M) diferenciados presentes em Artemia franciscana os quais foram isolados por proteólise e fracionados por cromatografia de troca iônica com variadas concentrações de NaCl. Neste trabalho, utilizamos modelos in vivo para avaliar a homeostasia e a atividade anti-inflamatória destes heparinoides. A hemostasia foi avaliada por modelo de escarificação em caudas de ratos Wistar enquanto que o processo inflamatório foi observado através de peritonite induzida por tioglicolato de sódio a 3%. Os heparinóides eluidos com 3,0M de NaCl mostraram por eletroforese em diversos tampões uma única banda com comportamento intermediário entre a Hep de mamífero e HS. O principal produto obtido da fração F-3.0M de Artemia franciscana após a degradação enzimática com heparitinases I e II de Flavo bacterium Heparinum foram dissacarídeos N-sulfatados (U-GlcNS,6S/ U,2S-GlcNS e ∆U-GlcNS) e dissacarídeos N-acetilados (∆U, GlcNAc). Estes heparinóides apresentaram uma baixa atividade hemorrágica somente na concentração de 400μg/ml, é similar a heparina na concentração de 25μg/ml. Os resultados sugerem ainda, que esta fração tem baixa ação anticoagulante APTT (62,2s); não apresentando ação sobre PT, indicando que não tem ação sobre a via extrínseca da cascata. Os testes de atividade anti-inflamatória, desta fração tem efeito inibitório sobre a migração dos leucócitos da ordem de 64,5% na concentração de 10 μg/ml (P<0.001)
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12549
Aparece nas coleções:PPGB - Mestrado em Bioquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CeltonPM.pdf974,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.