Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12554
Título: Efeito da suplementação materna com palmitato de retinila sobre a concentração de retinol no colostro em condições de jejum e pós-prandial.
Autor(es): Cunha, Lahyana Rafaella de Freitas
Palavras-chave: Retinol;colostro;jejum;pós-prandial;suplementação e soro.;Retinol;colostrum;Fasting;Postprandial;supplementation and serum.
Data do documento: 24-Fev-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CUNHA, Lahyana Rafaella de Freitas. Efeito da suplementação materna com palmitato de retinila sobre a concentração de retinol no colostro em condições de jejum e pós-prandial. 2010. 84 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica; Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Vitamin A is important in many essential body processes and its deficiency results in serious consequences for human health. Breast milk is the only source of this vitamin for children that are exclusively breastfed. Analysis of vitamin A in mother s milk is important because its concentration is related to maternal vitamin A status and to its ingestion by the mother during pregnancy. The aim of the present study was to assess the effect of maternal supplementation with retynil palmitate on the concentration of colostrum retinol under fasting and postprandial conditions. A total of 149 nursing mothers were recruited at the Januário Cicco Maternity School (Natal, Brazil) and allocated to two groups: Comparison (n = 69) and Test (n = 80). Blood and colostrum (in fasting and postprandial conditions) samples were collected up to 24hs after delivery. Serum retinol and colostrum levels were analyzed by high-performance liquid chromatography. The serum retinol level of 41.6 ± 12.7μg/dL (mean ± standard deviation) indicates adequate biochemical nutritional status. Colostrum retinol level was not influenced by serum retinol levels under any of the conditions established. In the colostrum, the retinol concentration in the unsupplemented test group was 67.3 ± 37.7 μg/dL under fasting and 80.3 ± 35.1 μg/dL under postprandial conditions (p<0.05), showing an increase of 19.3%. In the supplemented test group the values were 102.6 ± 57.3 μg/dL and 133.4 ± 78.3 μg/dL under fasting and postprandial, respectively (p<0.05), representing an increase of 30%. Considering that under fasting conditions most of the vitamin A transported to the milk originates in the retinol binding protein (RBP), the postprandial increase in colostrum retinol suggests a different transport mechanism of retinol to maternal milk from that performed by RBP. This situation becomes more evident under supplementation conditions.
metadata.dc.description.resumo: Vitamina A é importante em muitos processos essenciais no corpo e sua deficiência resulta em severas conseqüências para a saúde dos seres humanos. O leite humano é a única fonte dessa vitamina para crianças que são amamentadas de forma exclusiva. A análise da vitamina A no leite materno é importante, porque a sua concentração neste fluido está relacionada com o estado de vitamina A materno e com a ingestão desta vitamina pela mãe durante a lactação. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da suplementação materna com palmitato de retinila sobre a concentração de retinol no colostro em condições de jejum e pós-prandial. Para isso, foram recrutadas 149 nutrizes saudáveis da Maternidade Escola Januário Cicco (Natal- RN), sendo os grupos Comparação 69 e Teste 80. Amostras de sangue, colostro em jejum e colostro pós-prandial foram coletadas até 24hs após suplementação. As concentrações de retinol no soro e colostro foram analisadas por cromatografia líquida de alta eficiência. A concentração sérica de retinol de 41,6 ± 12,7μg/dL (média ± desvio-padrão) indica estado nutricional bioquímico adequado. A concentração de retinol no colostro não foi influenciada pelos níveis séricos de retinol, em nenhuma das condições estabelecidas. No colostro, a concentração do retinol no grupo teste sem suplementação foi de 67,3 ± 37,7 μg/dL no jejum e de 80,3 ± 35,1 μg/dL no pósprandial (p<0,05), evidenciando um aumento de 19,3%. No grupo teste suplementado os valores foram de 102,6 ± 57,3 μg/dL e 133,4 ± 78,3 μg/dL no jejum e pós-prandial, respectivamente (p<0,05), representando um aumento de 30%. Considerando que no jejum a maior parte da vitamina A transportada ao leite tem sua origem através da proteína transportadora de retinol (RBP), o aumento no retinol do colostro pós-prandial sugere um mecanismo de transporte do retinol para o leite materno distinto daquele realizado pela RBP. Tal situação fica mais evidente em condições de suplementação.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12554
Aparece nas coleções:PPGB - Mestrado em Bioquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LahyanaRFC.pdf2,62 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.