Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12593
Título: Análise do transcriptoma das glândulas venenosas do escorpião Tityus stigmurus
Autor(es): Almeida, Diego Dantas
Palavras-chave: Transcriptoma;Escorpião;Tityus stigmurus;ESTs;Transcriptome;Scorpion;Tityus stigmurus;ESTs
Data do documento: 8-Nov-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA, Diego Dantas. Análise do transcriptoma das glândulas venenosas do escorpião Tityus stigmurus. 2011. 61 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica; Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: In Brazil, accidents with scorpions are considered of medical importance, not only by the high incidence, but also for the potentiality of the venom from some species in determining severe clinical conditions. Tityus stigmurus is a widely distributed scorpion species in Northeastern Brazil and known to cause severe human envenomations, inducing pain, hyposthesia, edema, erythema, paresthesia, headaches and vomiting. The present study uses a transcriptomic approach to characterize the molecular repertoire from the non-stimulated venom gland of Tityus stigmurus scorpion. A cDNA library was constructed and 540 clones were sequenced and grouped into 37 clusters, with more than one EST (expressed sequence tag) and 116 singlets. Forty-one percent of ESTs belong to recognized toxin-coding sequences, with antimicrobial toxins (AMP-like) the most abundant transcripts, followed by alfa KTx- like, beta KTx-like, beta NaTx-like and alfa NaTx-like. Our analysis indicated that 34% include other possible venom molecules , whose transcripts correspond to anionic peptides, hypothetical secreted peptides, metalloproteinases, cystein-rich peptides and lectins. Fifteen percent of ESTs are similar to cellular transcripts. Sequences without good matches corresponded to 11%. This investigation provides the first global view of cDNAs from Tityus stigmurus. This approach enables characterization of a large number of venom gland component molecules, which belong either to known or atypical types of venom peptides and proteins from the Buthidae family
metadata.dc.description.resumo: No Brasil, acidentes com escorpiões são considerados de importância médicosanitária, não somente por sua incidência, mas também pela potencialidade do veneno de algumas espécies em determinar quadros clínicos graves. Tityus stigmurus é uma espécie de escorpião amplamente distribuída na região Nordeste do Brasil sendo conhecida por causar graves envenenamentos humanos, cujos sintomas incluem: dor, hipoestesia, edema, eritema, parestesia, cefaléia e vômitos. A composição química do veneno do escorpião T. stigmurus ainda não foi bem avaliada, havendo uma carência na literatura de estudos com enfoque na elucidação do repertório molecular dos componentes deste veneno. Neste trabalho, realizamos uma abordagem transcriptômica para caracterizar o repertório molecular da glândula de veneno não-estimulada do escorpião Tityus stigmurus. Para tanto, uma biblioteca de cDNA foi construída e, à partir dela, 540 genes foram clonados e agrupados em 37 clusters com mais de um EST (expressed sequence tag) e 116 singlets (somente um EST). Do total de transcritos, 41% pertencem a sequências de toxinas conhecidas, sendo os peptídeos antimicrobianos (AMPs) os transcritos mais abundantes, seguido por α-KTX, β- KTX, β-NaTx e α-NaTx, respectivamente. Nossa análise revelou ainda que 34% são "possíveis toxinas", cujos transcritos correspondem a peptídeos aniônicos, peptídeos hipotéticos secretados, metaloproteases, peptídeos ricos em cisteína e lectinas. Quinze por cento dos ESTs são semelhantes a transcritos celulares. Transcritos sem similaridade com outras sequências do GenBank, foram chamadas de no hit e correspondem a 11% do total. Este trabalho apresenta a primeira visão global de cDNAs das glândulas venenosas do escorpião Tityus stigmurus. Esta abordagem permite a caracterização de um grande número de moléculas componentes da glândula de veneno, que pertencem a tipos conhecidos ou atípicos de peptídeos e proteínas do veneno da família Buthidae
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12593
Aparece nas coleções:PPGB - Mestrado em Bioquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DiegoDA_DISSERT.pdf2,34 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.