Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12658
Título: Formulação e caracterização de matérias-primas para revestimento cerâmico Semi-Poroso com adição de chamote de telhas
Título(s) alternativo(s): Formulation and characterization of raw materials for Semiporous ceramic coating and roofing tile Chamote
Autor(es): Castro, Raimundo José de Sousa
Palavras-chave: Rejeito de telha (Chamote);Reaproveitamento;Revestimento semiporoso;Shingles (grog);Reusing;Semi porous outing
Data do documento: 26-Mar-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CASTRO, Raimundo José de Sousa. Formulation and characterization of raw materials for Semiporous ceramic coating and roofing tile Chamote. 2008. 111 f. Dissertação (Mestrado em Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: The ceramics industry in Piauí is nowadays with 55 industries where 11 are in Teresina which is the mainstream of the state, producing 55 million shingles; in which 10 % is of this production is wasted being sometimes thrown on the margins of rivers, roads and highways provoking an environmental degradation. The main goal of this work is to verify the potential of producing semi porous ceramic using grog of shingles, on the first part of this work bodies-of-proof were produced from a basic formula of an industry, doping it with 5 %, 10 %, 15 % and 20 % in mass and in the second part of this work some bodies-of-proof were produced from a formula where one raw material was substituted by 50 % of grog and another substituting it all by grog, bodies-of-proof made of a basic formula previously announced was used for experiment control.The grog and the raw materials were characterized by: particle size analysis , thermal differential analysis, X ray diffraction , X ray fluorescence, an thermal gravimetric analysis and rational analyses. The bodies-of-proof were sintetisized in an industrial oven obeying the normal cycle adopted by an industry, with peak temperatures of 1135 oC and a fast burning cycle of 25 minutes having as energetic fuel liquefied petroleum gas . The pieces that were obtained by this were submersed in rehearsed physics of: water absorption of, apparent specific mass, apparent porosity, lineal retraction, rupture tension to the flexural and dilatometry; mineralogical analysis for X ray diffraction; and microstructural for electronic microscope of sweeping. For all the formulas with addition of grog, superior priorities to the requested by the requirements for semi porous and for the formula to F2-2,5 superior priorities to standard formulas which justifies the incorporation of the shingles in mass for the semi porous ceramic
metadata.dc.description.resumo: A indústria de cerâmica vermelha Piauiense, atualmente com 55 indústrias onde 11 somente em Teresina sendo o maior pólo do Estado, produz pouco mais de 55 milhões de telhas, das quais aproximadamente 10 % dessa produção são desperdiçadas sendo às vezes jogadas às margens dos rios e estradas, provocando uma degradação ambiental. O objetivo deste trabalho é verificar a potencialidade de se produzir revestimento cerâmico semi-poroso utilizando chamote de telhas, na primeira parte do trabalho foram produzidos corpos-de-prova a partir da formulação básica de uma indústria de revestimento, dopando-a com 5 %, 10 %, 15 % e 20 % em massa, e uma segunda parte deste trabalho foram produzidos corpos-de-prova a partir de uma formulação onde se substituía uma das matérias-prima por 50 % de chamote e outra substituindo a mesma totalmente por chamote, sendo usado para controle do experimento corpos-de-prova confeccionados a partir de uma formulação básica citada anteriormente. O chamote e as matérias-prima foram caracterizados por: análise granulométrica, análise térmica diferencial, análise termogravimétrica difração de raios X, fluorescência de raios X, e análise racional. Os corpos-de-prova foram sinterizados em forno industrial de rolo, obedecendo ao ciclo adotado por uma indústria de revestimento, com temperatura de pico igual a 1135 ºC e ciclo de queima rápido de 25 min, tendo como matriz energética o gás liquefeito de petróleo. As peças assim obtidas foram submetidas aos ensaios físicos de: absorção de água, massa específica aparente, porosidade aparente, retração linear, tensão de ruptura à flexão e dilatometria; análise mineralógica por difração de rios X; e microestrutural por microscópio eletrônico de varredura. Obteve-se para todas as formulações com adição de chamote, propriedades superiores às das exigidas pelas normas em vigor para revestimento semi-poroso e para a formulação F2-2,5 propriedades superiores à formulação padrão o que justifica a viabilidade da incorporação do rejeito de telhas em massa para revestimento cerâmico semi-poroso
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12658
Aparece nas coleções:PPGCEM - Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RaimundoJSC.pdf1,43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.