Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12719
Título: Utilização de resíduo lignocelulósico na obtenção de chapa de madeira aglomerada homogênea e compósito reforçado com fibra de vidro-E
Autor(es): Silva, Luiz Claudio Ferreira da
Palavras-chave: Resíduo lignocelulósico;Chapa de partícula aglomerada;Compósito reforçado;Endocarpo;Cocos nucífera linn;Residue lignocellulosic;Particleboard;Reinforcement composites;Endocarp;Coco s nucífera linn
Data do documento: 10-Jul-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Luiz Claudio Ferreira da. Utilização de resíduo lignocelulósico na obtenção de chapa de madeira aglomerada homogênea e compósito reforçado com fibra de vidro-E. 2008. 205 f. Tese (Doutorado em Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: This research is about the use of the coconut´s endocarp (nucifera linn) and the waste of derivatives of wood and furniture as raw material to technological use. In that sense, the lignocellulosic waste is used for manufacture of homogeneous wood sheet agglomerate (LHWS) and lignocellulosic load which take part of a polymeric composite with fiber glass E (GFRP-WC). In the manufacturing of the homogeneous wood sheet agglomerate (LHWS), it was used mamona´s resin as waste s agglutinating element. The plates were taken up in a hydraulic press engine, heated, with temperature control, where they were manufactured for different percentage of waste wood and coconuts nucífera linn. Physical tests were conducted to determine the absorption of water, density, damp grade (in two hours and twenty-four hours), swelling thickness (in two hours and twenty-four hours), and mechanical tests to evaluate the parallel tensile strength (internal stick) and bending and the static (steady) flexural. The physical test´s results indicate that the LHWS can be classified as bonded wood plate of high-density and with highly water resistant. In the mechanical tests it was possible to establish that LHWS presents different characteristics when submitted to uniaxial tensile and to the static (steady) flexural, since brittle and elasticity module had a variation according to the amount of dry endocarp used to manufacture each trace of LHWS. The GFRP-WC was industrially manufactured by a hand-lay-up process where the fiber glass E was used as reinforcement the lignocellulósic´s waste as load. The matrix was made with ortofitalic unsaturated polyester resin. Physical and mechanical tests were performed in presence of saturated humidity and dry. The results indicated good performance of the GFRP-WC, as traction as in flexion in three points. The presence of water influenced the modules obtained in the flexural and tensile but there were no significant alteration in the properties analyzed. As for the fracture, the analysis showed that the effects are more harmful in the presence of damp, under the action of loading tested, but despite this, the fracture was well defined starting in the external parts and spreading to the internal regions when one when it reaches the hybrid load
metadata.dc.description.resumo: Na presente pesquisam-se a utilização do endocarpo do cocos nucífera linn e o resíduo de derivados de madeira e de móveis como matéria-prima para uso tecnológico. Nesse sentido, usam-se esses resíduos lignocelulósico na fabricação de chapa de madeira aglomerada homogênea (CHMC) e, como carga, em compósito polimérico reforçado com fibra de vidro E (PHFV-MC). Na fabricação da chapa de madeira aglomerada homogênea (CHMC) usou-se a resina à base de mamona como elemento aglutinante dos resíduos. As chapas foram conformadas em uma prensa hidráulica aquecida com controle de temperatura, onde as mesmas foram fabricadas para diferentes percentuais dos resíduos de madeira e do cocos nucífera linn. Foram realizados ensaios físicos para a determinação de absorção de água, densidade, do teor de umidade (em duas horas e vinte e quatro horas), inchamento de espessura (em duas horas e vinte e quatro horas), e ensaios mecânicos para a determinação da resistência à tração paralela (adesão interna) e o ensaio de flexão estática. Os resultados obtidos nos ensaios físicos indicam que a CHMC pode ser classificada como chapa de madeira aglomerada de alta densidade e que suporta bem a presença de água. Nos ensaios mecânicos foi possível constatar que a CHMC apresenta características distintas quando submetida à força de tração uniaxial e à flexão estática, uma vez que os módulos de ruptura e de elasticidade variaram em função da quantidade do endocarpo seco usado para fabricar cada traço da CHMC. A PHFV-MC foi fabricada industrialmente por meio do processo hand-lay-up onde a fibra de vidro-E foi usada como reforço e os resíduos lignocelulósicos, como carga. A matriz foi à base de resina poliéster ortofitálica insaturada. Foram realizados ensaios físicos e mecânicos em presença de umidade saturada e a seco. Os resultados indicaram um bom desempenho da PHFV-MC, tanto na tração quanto na flexão em três pontos. A presença de água influenciou os módulos obtidos na flexão e na tração, mas não alterou significativamente as propriedades analisadas. Quanto à fratura, a análise mostrou que os efeitos são mais danosos em presença da umidade, sob a ação dos carregamentos analisados, mas, apesar disto, a fratura se mostrou bastante caracterizada, iniciando nas regiões externas e se propagando para as regiões internas quando atinge a carga híbrida
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12719
Aparece nas coleções:PPGCEM - Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LuizCFS.pdf3,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.