Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12820
Título: Síntese de nanopartículas de magnetita via decomposição térmica em meio não-aquoso
Autor(es): Costa, Tharsia Cristiany de Carvalho
Palavras-chave: Magnetita. Poliol. Nanopartículas. Superparamagnética e termodecomposição;Magnetite. Polyol. Nanoparticles. Superparamagnetic and thermal decomposition
Data do documento: 25-Abr-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, Tharsia Cristiany de Carvalho. Síntese de nanopartículas de magnetita via decomposição térmica em meio não-aquoso. 2013. 116 f. Tese (Doutorado em Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: This work aims at obtaining nanoparticles of iron oxide, the magnetite one (Fe3O4), via synthesis by thermal decomposition through polyol. Thus, two routes were evaluated: a simple decomposition route assisted by reflux and a hydrothermal route both without synthetic air atmosphere using a synthesis temperature of 260ºC. In this work observed the influence of the observe of surfactants which are generally applied in the synthesis of iron oxide nanoparticles decreasing cluster areas. Further, was observed pure magnetite phase without secondary phases generally found in the iron oxide synthesis, a better control of crystallite size, morphology, crystal structure and magnetic behavior. Finally, the introduction of hydroxyl groups on the nanoparticles surface was analyzed besides its employment in the polymer production with OH radicals. The obtained materials were characterized by XRD, DLS, VSM, TEM, TG and DSC analyses. The results for the magnetite obtainment with a particle size greater than 5 nm and smaller than 11 nm, well defined morphology and good magnetic properties with superparamagnetic behavior. The reflux synthesis was more efficient in the deposition of the hydroxyl groups on the nanoparticles surface
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desse trabalho foi a obtenção de nanopartículas de óxido de ferro, a magnetita (Fe3O4), via síntese por decomposição térmica via poliol, avaliando assim duas rotas: a rota simples decomposição assistida por refluxo e a rota hidrotérmica, ambas sem atmosfera de ar sintético e usando a temperatura de síntese de 260°C. Observou-se nesse trabalho a influência da ausência de surfactantes, comumente utilizados em sínteses de óxidos de ferro, com a finalidade de promover uma melhor dispersão das nanopartículas, diminuindo assim as áreas de aglomerados. Além disso, visou-se: a obtenção de uma fase puramente de magnetita, sem a formação de fases secundárias comumente encontradas nas sínteses dos óxidos de ferro; um melhor controle do tamanho de cristalito; da morfologia; da estrutura cristalina e do comportamento magnético. Por fim, analisou-se a introdução dos grupos hidroxilas na superfície das nanopartículas, e sua empregabilidade na produção de polímeros com radicais (OH). Os materiais obtidos foram caracterizados por análises de DRX, DLS, VSM, TEM, TG e DSC. Os resultados foram satisfatórios quanto à obtenção da magnetita, com tamanho de partícula maior que 5 nm e menor que 11 nm, de morfologia bem definida e com boas propriedades magnéticas com comportamento superparamagnético. Quanto à deposição dos grupos de hidroxilas na superfície das nanopartículas, a síntese com refluxo mostrou-se mais eficiente
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12820
Aparece nas coleções:PPGCEM - Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TharsiaCCC_TESE.pdf4,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.