Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12845
Título: Efeito do tratamento por plasma na proliferação de fibroblastos e esterilização de membranas de quitosana
Título(s) alternativo(s): Effect of plasma treatment on proliferation of fibroblast and sterilization of chitosan membranes
Autor(es): Macêdo, Marina de Oliveira Cardoso
Palavras-chave: Plasma. Quitosana. Membrana. Proliferação. Esterilização;Plasma. Chitosan. Membrane. Proliferation. Sterilization
Data do documento: 8-Ago-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MACÊDO, Marina de Oliveira Cardoso. Effect of plasma treatment on proliferation of fibroblast and sterilization of chitosan membranes. 2013. 163 f. Tese (Doutorado em Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: Chitosan is being studied for use as dressing due their biological properties. Aiming to expand the use in biomedical applications, chitosan membranes were modified by plasma using the following gases: nitrogen (N2), methane (CH4), argon (Ar), oxygen (O2) and hydrogen (H2). The samples were characterized by scanning electron microscopy (SEM), atomic force microscopy (AFM), contact angle, surface energy and water absorption test. Biological Tests were also performed, such as: test sterilization and proliferation of fibroblasts (3T3 line). Through SEM we observed morphological changes occurring during the plasma treatment, the formation of micro and nano-sized valleys. MFA was used to analyze different roughness parameters (Ra, Rp, Rz) and surface topography. It was found that the treated samples had an increase in surface roughness and sharp peaks. Methane plasma treatment decreased the hydrophilicity of the membranes and also the rate of water absorption, while the other treatments turned the membranes hydrophilic. The sterilization was effective in all treatment times with the following gases: Ar, N2 and H2. With respect to proliferation, all treatments showed an improvement in cell proliferation increased in a range 150% to 250% compared to untreated membrane. The highlights were the treatments with Ar 60 min, O2 60 min, CH4 15 min. Observing the results of the analyzes performed in this study, it appears that there is no single parameter that influences cell proliferation, but rather a set of ideal conditions that favor cell proliferation
metadata.dc.description.resumo: A quitosana está sendo estudada para utilização como curativo devido suas propriedades biológicas. Com o intuito de ampliar o uso em aplicações biomédicas, membranas de quitosana foram modificadas por plasma, utilizando os seguintes gases: nitrogênio (N2), metano (CH4), argônio (Ar), oxigênio (O2) e hidrogênio (H2). As amostras foram caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV); microscopia de força atômica (MFA); ângulo de contato; energia de superfície; ensaio de absorção de água. Testes biológicos também foram realizados, como: teste de esterilização e proliferação de fibroblastos (linhagem 3T3). Através do MEV foi possível observar as modificações morfológicas ocorridas durante o tratamento por plasma, como a formação de vales micro e nanométricos. A MFA foi utilizada para analisar diferentes parâmetros de rugosidade (Ra, Rp, Rz) e topografia da superfície. Verificou-se que as amostras tratadas tiveram aumento na rugosidade e uma superfície com picos pontiagudos. O tratamento por plasma de metano diminuiu a hidrofilicidade das membranas e também a taxa de absorção de água, enquanto os outros tratamentos tornaram as membranas mais hidrofílicas. A esterilização foi eficaz em todos os tempos de tratamento com os seguintes gases: Ar, N2 e H2. Com relação à proliferação, todos os tratamentos proporcionaram uma melhora da proliferação celular, sendo obtido aumento entre 150% a 250% em relação à membrana não tratada. Destacaram-se os tratamentos com Ar 60 min, O2 60 min, CH4 15min. Observando os resultados das análises realizadas neste trabalho, verifica-se que não existe um parâmetro único que influência a proliferação celular, mas sim um conjunto de condições ideais que favorecem uma boa proliferação celular
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12845
Aparece nas coleções:PPGCEM - Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarinaOCM_TESE.pdf2,59 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.