Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12928
Título: Modelagem e previsão da perda de injetividade em poços canhoneados
Autor(es): Gomes, Vanessa Limeira Azevedo
Palavras-chave: Injeção de água;Filtração profunda;Reboco externo;Dano à formação;Injetividade;Poços canhoneados;Waterflooding;Internal filtration;External cake filtration;Formation damage;Injectivity;Perforated wells
Data do documento: 20-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GOMES, Vanessa Limeira Azevedo. Modelagem e previsão da perda de injetividade em poços canhoneados. 2010. 101 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Waterflooding is a technique largely applied in the oil industry. The injected water displaces oil to the producer wells and avoid reservoir pressure decline. However, suspended particles in the injected water may cause plugging of pore throats causing formation damage (permeability reduction) and injectivity decline during waterflooding. When injectivity decline occurs it is necessary to increase the injection pressure in order to maintain water flow injection. Therefore, a reliable prediction of injectivity decline is essential in waterflooding projects. In this dissertation, a simulator based on the traditional porous medium filtration model (including deep bed filtration and external filter cake formation) was developed and applied to predict injectivity decline in perforated wells (this prediction was made from history data). Experimental modeling and injectivity decline in open-hole wells is also discussed. The injectivity of modeling showed good agreement with field data, which can be used to support plan stimulation injection wells
metadata.dc.description.resumo: A injeção de água é uma técnica amplamente utilizada para deslocar o óleo em direção aos poços produtores e manter a pressão em reservatórios de petróleo. Entretanto, partículas suspensas na água injetada podem ser retidas no meio poroso, causando dano à formação (redução de permeabilidade) e perda de injetividade. Quando ocorre essa redução de injetividade é necessário aumentar a pressão de injeção para manter a vazão de água injetada. Desse modo, a correta previsão da perda de injetividade é essencial em projetos de injeção de água. Neste trabalho, um simulador, baseado no modelo tradicional da filtração em meios porosos (incluindo filtração profunda e formação do reboco externo), foi desenvolvido e aplicado para prever a perda de injetividade em poços canhoneados (tal previsão foi feita a partir de dados de histórico). Além disso, também foi discutida a determinação experimental dos coeficientes do modelo e a perda de injetividade em poços abertos. A modelagem da injetividade apresentou bom ajuste aos dados de campo, podendo ser utilizada para auxiliar no planejamento de estimulações de poços injetores
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12928
Aparece nas coleções:PPGCEP - Mestrado em Ciência e Engenharia do Petróleo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VanessaLAG_DISSERT.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.