Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12996
Title: Tratamento eletroquímico de efluente proveniente de caixas separadoras de água e óleo de postos revendedores de combustíveis
Authors: Costa, Patricia Rachel Fernandes da
Keywords: Tratamento eletroquímico. Efluente. Caixa separadora de água e óleo. Derivados de petróleo;Electrochemical treatment. Effluent separator box of water and oil. Oil products
Issue Date: 6-Feb-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Patricia Rachel Fernandes da. Tratamento eletroquímico de efluente proveniente de caixas separadoras de água e óleo de postos revendedores de combustíveis. 2014. 83 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: A poluição das águas decorrentes do contato com os derivados de petróleo em postos de combustível tem se apresentado como um problema agravante. Cada vez mais estudos relacionam problemas ambientais com essas situações e procuram propor algumas soluções para o tratamento das águas e solos que são contaminados pelos compostos orgânicos: benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos - BTEX, TPH e HPA S presentes nesses derivados de petróleo. As técnicas eletroquímicas vem tomando lugar de destaque nesse cenário, pela sua eficiência, baixo custo e por não gerar resíduos. O presente trabalho visa caracterizar o efluente proveniente de caixas separadoras de água e óleo de postos de combustíveis, bem como analisar a eficiência de remoção de compostos orgânicos com diferentes tipos de pares de eletrodos sendo eles: Ti/Pt e Ti/IrO2-Ta2O5a fim de comprovar, qual par de eletrodo desempenham melhor essa função. As análises de Carbono Orgânico Total (COT), Demanda Química de Oxigênio (DQO), Cromatografia Gasosa (CG) e Teor de Óleos e Graxas (TOG), na amostra de água coletada na saída caixa separadora confirmou a presença de compostos orgânicos em altas concentrações no efluente, bem como comprovou a remoção dos mesmo após as 4 horas de tratamento com variações de corrente de 10,20,30 mA/cm2 efetuadas nesse trabalho, foi possível constatar em alguns casos remoção superiores a 99,36%
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12996
Appears in Collections:PPGCEP - Mestrado em Ciência e Engenharia do Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TratamentoEletroquímicoEfluente_Costa_2014.pdf2,98 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.