Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13028
Título: Investigação e gerenciamento de áreas contaminadas por postos revendedores de combustíveis em Natal
Autor(es): Ramalho, Adriana Margarida Zanbotto
Palavras-chave: Poluição ambiental. Áreas contaminadas. Postos revendedores de combustíveis. Saúde humana. Análise de risco. Passivo ambiental;Contaminated areas. Fuel stations. Environmental liability. Human ealth risk analysis. RBCA. Remediation. LNAPL.
Data do documento: 6-Mai-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: RAMALHO, Adriana Margarida Zanbotto. Investigação e gerenciamento de áreas contaminadas por postos revendedores de combustíveis em Natal. 2013. 260 f. Tese (Doutorado em Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: Activities that have fuel subterranean storage system are considered potentially polluting fuels by CONAMA Resolution 273, due to the possibility of leak, outpouring and overflow of fuel into the ground. Being even more worrying when contaminate groundwater for public supply, as the case of Natal City. For this reason, the Public Ministry/RN, in partnership with UFRN, developed the project environmental suitability of Gas stations in Natal, of which 36% showed evidence of contamination. This paper describes the four stages of the management of contaminated areas: preliminary assessment of environmental liabilities, detailed confirmatory investigation of the contamination, risk analysis to human health (RBCA), as well as the remediation plan of degraded areas. Therefore it is presented a case study. For the area investigated has been proposed a mathematical method to estimate the volume of LNAPL by a free CAD software (ScketchUp) and compare it with the partition method for grid area. Were also performed 3D graphics designs of feathers contamination. Research results showed that passive benzene contamination in groundwater was 2791.77 μg/L, when the maximum allowed by CONAMA Resolution 420 is 5 μg/L which is the potability standards. The individual and cumulative risks were calculated from 4.4 x10-3, both above the limits of 1.0 x10-5 or by RBCA 1.0 x10-6 by the Public Ministry/RN. Corrective action points that remediation of dissolved phase benzene is expected to reach a concentration of 25 μg/L, based on carcinogenic risk for ingestion of groundwater by residents residential, diverging legislation. According to the proposed model, the volume of LNAPL using the ScketchUp was 17.59 m3, while by the grid partitioning method was 14.02 m3. Because of the low recovery, the expected removal of LNAPL is 11 years, if the multiphase extraction system installed in the enterprise is not optimized
metadata.dc.description.resumo: Atividades que possuem sistema de armazenamento subterrâneo de combustíveis são consideradas potencialmente poluidoras pela Resolução CONAMA 273/2000, devido à possibilidade de vazamento, derramamento e transbordamento de combustíveis para o solo. Sendo ainda mais preocupante quando contaminam águas subterrâneas destinadas ao abastecimento público, como o caso de Natal. Por este motivo, o Ministério Público/RN, em parceria com a UFRN, desenvolveu o projeto de adequação ambiental dos postos revendedores de combustíveis em Natal, dos quais 36% apresentaram indícios de contaminação. Este trabalho descreve as quatro etapas do gerenciamento de áreas contaminadas: avaliação preliminar do passivo ambiental, investigação confirmatória detalhada da contaminação, análise de risco a saúde humana (RBCA), bem como o plano de remediação das áreas degradadas. E apresenta um estudo de caso. Para a área investigada é proposto um método matemático para estimar o volume de fase livre auxiliado por um software CAD livre (ScketchUp), este foi comparado com o método de partição da área por grid. Também são realizados os designs gráficos 3D das plumas de contaminação. Os resultados da investigação de passivo mostraram que a contaminação por benzeno na água subterrânea foi 2791,77 μg/L, quando o máximo permitido pela Resolução CONAMA 420/2009 é de 5 μg/L que é o padrão de potabilidade. Os riscos individual e cumulativo calculados foram de 4,4x10-3, ambos acima dos limites aceitáveis pelo RBCA de 1,0x10-5 ou pelo Ministério Público/RN de 1,0x10-6. A ação corretiva aponta que a remediação da fase dissolvida de benzeno deverá atingir uma concentração de 25 μg/L, com base no risco carcinogênico, para ingestão de água subterrânea para moradores residenciais, divergindo da legislação. De acordo com o modelo proposto, o volume de fase livre utilizando o ScketchUp foi de é de 17,59 m3, enquanto o método de partição por grid foi de 14,02 m3. Devido à baixa recuperação, a previsão de remoção da fase livre é de 11 anos, caso o sistema de extração multifásica instalado no empreendimento não seja otimizado
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13028
Aparece nas coleções:PPGCEP - Doutorado em Ciência e Engenharia do Petróleo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AdrianaMZR_TESE.pdf15,05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia
AdrianaMZR_TESE_parcial.pdf431,53 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.