Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13030
Título: Pirólise de borras oleosas de petroleo utilizando nanomateriais
Autor(es): Lima, Cicero de Souza
Palavras-chave: Borra oleosa de petróleo. Resíduo sólido. Pirólise. Energia. Meio ambiente;Oily Sludge. Solid Waste. Pyrolysis. Energy. Environment
Data do documento: 21-Mar-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Cicero de Souza. Pirólise de borras oleosas de petroleo utilizando nanomateriais. 2014. 145 f. Tese (Doutorado em Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: The oily sludge is a complex mix of hydrocarbons, organic impurities, inorganic and water. One of the major problems currently found in petroleum industry is management (packaging, storage, transport and fate) of waste. The nanomaterials (catalysts) mesoporous and microporous are considered promising for refining and adsorbents process for environment protection. The aim of this work was to study the oily sludge from primary processing (raw and treated) and vacuum residue, with application of thermal analyses technique (pyrolysis), thermal and catalytic pyrolysis with nanomaterials, aiming at production petroleum derived. The sludge and vacuum residue were analyzed using a soxhlet extraction system, elemental analysis, thin layer chromatography, thermogravimetry and pyrolysis coupled in gas chromatography/mass spectrometry (Py GC MS). The catalysts AlMCM-41, AlSBA-15.1 e AlSBA-15.2 were synthesized with molar ratio silicon aluminum of 50 (Si/Al = 50), using tetraethylorthosilicante as source of silicon and pseudobuhemita (AlOOH) as source of aluminum. The analyzes of the catalysts indicate that materials showed hexagonal structure and surface area (783,6 m2/g for AlMCM-41, 600 m2/g for AlSBA-15.1, 377 m2/g for AlSBA-15.2). The extracted oily sludge showed a range 65 to 95% for organic components (oil), 5 to 35% for inorganic components (salts and oxides) and compositions different of derivatives. The AlSBA-15 catalysts showed better performance in analyzes for production petroleum derived, 20% increase in production of kerosene and light gas oil. The energy potential of sludge was high and it can be used as fuel in other cargo processed in refinery
metadata.dc.description.resumo: A borra oleosa (BO) de petróleo é uma mistura complexa de hidrocarbonetos, impurezas orgânicas, inorgânicas e água. Um dos grandes problemas encontrados atualmente na indústria de petróleo é o gerenciamento (acondicionamento, armazenamento, transporte e destino) de resíduos. Os nanomateriais (catalisadores) mesoporosos e microporosos são considerados promissores em processos de refino de petróleo e como adsorventes para proteção ambiental. O objetivo deste trabalho foi estudar a BO de petróleo oriunda do processamento primário (bruta e tratada) e resíduo de vácuo, com aplicação de análise termogravimétrica, técnica de pirólise térmica e catalítica com nanomateriais, visando a produção de derivado de petróleo. As borras extraídas em um equipamento soxhlet foram analisadas por análise elementar, cromatografia em camada fina, termogravimetria (TG) e pirólise acoplado a um cromatográfico gasoso/espectro de massa (Py-GC/MS). Os catalisadores AlMCM-41 e AlSBA-15 foram sintetizados com uma razão molar de sílicio/alumínio de 50 (Si/Al = 50), usando tetraetilortossilicato (TEOS) como fonte de silício e pseudobuhemita (AlOOH) como a fonte de alumínio. Os catalisadores indicam que os materiais apresentaram estrutura hexagonal, área específica de 783,6 m2/g para o AlMCM-41, 600 m2/g para o AlSBA-15.1 e 377 m2/g para o AlSBA-15.2). A BO extraída apresentou de 65 a 95% de componentes orgânicos (óleo), de 5 a 35% de componentes inorgânicos (sais e óxidos) e diferentes composições dos derivados. Os catalisadores tipo AlSBA-15 apresentaram melhor desempenho na obtenção dos derivados de petróleo, aumentando em 20% a produção de querosene e gasóleo leve. O potencial energético da BO foi elevado, pois ela pode ser utilizada como combustível e processada com outras cargas pesadas do petróleo para a produção de diferentes derivados de petróleo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13030
Aparece nas coleções:PPGCEP - Doutorado em Ciência e Engenharia do Petróleo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CiceroSL_TESE.pdf5,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.