Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13056
Título: Biologia reprodutiva da Tainha, Mugil curema valenciennes, 1836 (osteichthyes: mugilidade) nas águas costeiras do Rio Grande do Norte
Autor(es): Oliveira, Mônica Rocha de
Palavras-chave: Mugil curema;relação peso-comprimento;índice gonadossomático;desenvolvimento ovariano;período reprodutivo;Mugil curema;length-weight relationship;gonadosomatic index;ovarian development;reproductive period
Data do documento: 8-Jun-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: OLIVEIRA, Mônica Rocha de. Biologia reprodutiva da ainha, Mugil curema valenciennes, 1836 (osteichthyes: mugilidade) nas águas costeiras do Rio Grande do Norte. 2010. 91 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade; Biologia Estrutural e Funcional.) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The marine fish white mullet, Mugil curema Valenciennes, 1836 (Osteichthyes: Mugilidae) exhibits a wide geographical distribution, being common in the Brazilian coast and is an important component of the artisanal fisheries. The objective of this study was to investigate the reproductive biology of M. curema in the coastal waters of Rio Grande do Norte. Fish samples were captured on a monthly basis during August, 2008 to July, 2009. The fish specimens were numbered, weighed, measured, dissected and their gonads were removed, weighed, their sex and gonadal development were identified. The length-weight relationship was determined for males and females. The sex ratio, the size at first gonadal maturation and gonadosomatic index (GSI) were calculated and ovarian development was investigated using macroscopic and histological techniques. The fecundity, spawning type and the reproductive period of the species were determined. A total of 366 specimens (186 males and 180 females) were captured. The sex ratio was 1:1 and the females were heavier than males. The estimated values of the angular coefficient for both sexes suggest that the species has isometric growth. The size at which 50% of the population began the process of maturation was 25.9 cm of total length for grouped sex. The macroscopic characteristics of the ovaries showed four stages of development: immature, maturing, mature and spent. However, the microscopic characteristics of the ovaries showed five stages of development: immature, early maturing, late maturing, mature and spent. The development of oocytes indicated five phases: Chromatin-nucleolus (phase I), initial perinucleolar (phase II), final perinuclear (phase II), formation of vitelline vesicle or yolk (phase III), vitellogenic (phase IV) and complete vitellogenesis (phase V). The species has a prolonged spawning period, with two peaks coinciding with the rainy season.
metadata.dc.description.resumo: O peixe marinho tainha, Mugil curema Valenciennes, 1836 (Osteichthyes:Mugilidae) apresenta ampla distribuição geográfica, sendo comum na costa brasileira e de grande importância para a pesca artesanal. Este trabalho teve como objetivo determinar a biologia reprodutiva de M. curema nas águas costeiras do Estado de Rio Grande do Norte. Foram capturados mensalmente exemplares de peixes durante o período de agosto de 2008 a julho de 2009. Os exemplares foram numerados, pesados, medidos, dissecados e suas gônadas foram retiradas, pesadas e identificadas quanto ao sexo e quanto o desenvolvimento gonadal. A relação peso-comprimento foi determinada para machos e fêmeas. A proporção sexual, o tamanho da primeira maturação gonadal e o índice gonadossomático (IGS) foram calculados e o desenvolvimento ovariano foi investigado usando técnicas macroscópicas e histológicas. Foram determinados a fecundidade, o tipo de desova e o período reprodutivo da espécie. Foi capturado um totalde 366 exemplares (186 machos e 180 fêmeas). A proporção sexual foi de 1:1 e as fêmeas foram mais pesadas que os machos. O valor estimado para o coeficiente angular para ambos os sexos sugere que é a espécie apresenta crescimento isométrico. O tamanho em que 50% da população iniciaram o processo de maturação gonadal foi de 26 cm de comprimento total para sexo agrupado. As características macroscópicas dos ovários revelaram quatro estádios de desenvolvimento: imaturo, em maturação, maduro e esvaziado, enquanto que as características microscópicas revelaram cinco estádios de desenvolvimento: imaturo, em maturação inicial, em maturação final, maduro e esvaziado. O desenvolvimento dos ovócitos indicou cinco fases: Cromatina-nucléolo (fase I), perinucleolar inicial (fase II), perinuclear final (Fase II), formação vesícula vitelínica (fase III), vitelogênico (fase IV) e vitelogênese completa (fase V). A espécie apresenta um período reprodutivo prolongado, com dois picos coincidindo com o períododa chuva
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13056
Aparece nas coleções:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MonicaRO_01_40.pdf3,9 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.