Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13086
Título: Estrutura da população de Microcerotermes exiguus ( Isoptera: Termitidae) e sua partuicipação no consumo de madeira em uma área de caatinga, Nordeste, Brasil
Autor(es): Barca, Reberth Ricelle Bezerra
Palavras-chave: Biomassa. Colônia. Região neotropical. Semiárido. Taxa de consumo. Térmitas
Data do documento: 8-Mai-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BARCA, Reberth Ricelle Bezerra. Estrutura da população de Microcerotermes exiguus ( Isoptera: Termitidae) e sua partuicipação no consumo de madeira em uma área de caatinga, Nordeste, Brasil. 2012. 44 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade; Biologia Estrutural e Funcional.) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
metadata.dc.description.resumo: Os térmitas compõem uma importante porção da biomassa animal nas florestas tropicais e são responsáveis por consumir grande parte dos recursos de origem vegetal. Entretanto, são escassos os estudos quantitativos sobre a população dos ninhos e a sua participação no consumo de madeira nos ecossistemas tropicais. O presente estudo teve por objetivo avaliar a composição das populações de Microcerotermes exiguus (Hagen, 1858) no interior dos seus ninhos e estimar o consumo de madeira em condições laboratoriais, com intuito de extrapolar os valores para um ecossistema de Caatinga. O estudo foi desenvolvido na Fazenda Cauaçu, localizada no município de João Câmara, Rio Grande do Norte, Brasil. Foram coletados 15 ninhos para análise, dos quais se obteve uma média populacional por ninho de 73.897 ± 51.529, com amplitude de 6.758 160.107 indivíduos/ninho. Houve correlação positiva entre os volumes e os pesos dos ninhos, assim como entre a biomassa das populações dos ninhos e seus respectivos volumes. A média da densidade dos ninhos de M. exiguus na área estudada foi de 25,33 ninhos/ha, com uma estimativa de 109 indivíduos/m2 e uma biomassa de 0,199g/m2. O consumo médio obtido em laboratório foi estimado em 10,5 ± 3,6 mg/g de térmitas (peso fresco)/dia. Desta forma, M. exiguus seria responsável por consumir 7,7 kg da matéria orgânica vegetal/ha/ano. Tendo em vista que a produção de galhos e ramos na área de estudo é de 510 kg/ha/ano, apenas os M. exiguus podem consumir cerca de 1,5% dessa quantia produzida pelos vegetais anualmente em áreas de Caatinga. Se este valor de consumo for somada aos já estimados para Constrictotermes cyphergaster e Heterotermes sulcatus para outras áreas de Caatinga, as três espécies podem consumir 151 kg/ha/ano, representando 27,45% da produção de ramos e galhos na área de estudo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13086
Aparece nas coleções:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ReberthRBB_DISSERT.pdf2,19 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.