Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13116
Título: A representação social do cuidado no Programa Saúde da Família na cidade do Natal
Autor(es): Rodrigues, Maisa Paulino
Palavras-chave: Cuidado em saúde;Programa Saúde da Família;Representações sociais;Serviços de saúde;Health care;Family Health Program;Social representations;Health services
Data do documento: 18-Dez-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: RODRIGUES, Maisa Paulino. A representação social do cuidado no Programa Saúde da Família na cidade do Natal. 2007. 209 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: The aim of this study was to learn about the social representations of the care provided by the Family Health Program (FHP) in the city of Natal, Brazil and determine how these representations guide the daily actions of doctors, dentists, nurses, nurse s assistants and oral health assistants during the work process. In this sense, we used the theoreticalmethodological approach to the Theory of Social Representations. For data collection, we used the following instruments: a two-part questionnaire, where the first part recorded sociodemographic data and the second part was adapted to the free word association technique (FWAT), which was applied to 90 professionals belonging to 18 FHP units. Interviews were also used as collection instruments. These were based on inductive stimuli and on direct observations of 30 of these professionals. After a superficial reading of the material, we constructed a corpus from which ten categories emerged. To analyze FWAT we used lexicographic analysis, combining frequency and the mean order of responses. The interviews and sociodemographic variables were analyzed using content analysis and descriptive statistical analysis, respectively. The study showed that the central nucleus of the social representation in question is composed of the elements attention, receptivity and love, revealing that the subjects have different understandings of the FHP care process and that the knowledge accumulated in this respect is supported by an approximate vision of the meaning of care. However, traditional elements with trivializing connotations about care predominate, which compromises the development of strategies to overcome traditional practices. In the set of analyses, we were able to capture the invariance of a contradiction: on one hand, professionals know and affirm the importance of providing care for FHP patients; on the other, the experience of daily practice translates into the negation of this concept. In this contradictory context, professionals build gradual and successive syntheses that allow them to act and affirm themselves by associating information from their academic formation, structured knowledge acquired in other experiences, values and symbols of their daily routine. Thus, they shape and reshape themselves, according to what is concretely and specifically required, at the same time both plural and multiple. The composition of the central nucleus indicates that any measure that intends to modify attitudes that is, the daily actions of FHP professionals with respect to care must take into account and give priority to the debate about the redefining of the semantic fields of the central nucleus (love/attention/receptivity and humanization), especially those of love and attention
metadata.dc.description.resumo: Este estudo teve por objetivo apeender as Representações Sociais do cuidado das equipes do Programa Saúde da Família (PSF) da cidade do Natal-RN e como essas representações orientam as ações cotidianas desses sujeitos (médicos, dentistas, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e auxiliares de saúde bucal) durante o processo de trabalho. Nesse sentido, utilizamos como abordagem teórica-metodológica a Teoria das Representações Sociais. Para a coleta de dados, lançamos mão dos seguintes instrumentos: um questionário que na sua primeira parte destinava-se à coleta dos dados sociodemográficos e na segunda parte adaptado à técnica de associação livre de palavras (TALP) que foi aplicado junto a 90 profissionais que compõem as equipes em 18 unidades do PSF. Ainda como instrumentos de coleta foram realizadas entrevistas, a partir de estímulos indutores, e também as observações diretas junto a 30 destes profissionais. Após uma leitura flutuante do material, foi constituído um corpus para a análise do qual emergiram dez categorias. Para analisar a TALP utilizamos a análise lexicográfica combinando a freqüência e a ordem média de evocações. As entrevistas e as variáveis sóciodemográficas foram analisadas respectivamente a partir da análise de conteúdo e da análise estatística descritiva. O estudo mostrou que o núcleo central da representação social em questão está composto pelos elementos atenção, acolhimento e amor, revelando que os sujeitos apresentam diferentes entendimentos sobre o processo do cuidado no PSF e que o conhecimento construído a esse respeito está amparado numa visão aproximada do sentido do cuidar. Entretanto, predominam elementos tradicionais e com conotações banalizadas sobre o cuidado, o que dificulta o desenvolvimento de estratégias de superação das práticas tradicionais. No conjunto das análises, foi-nos possível captar a invariância de uma contradição: de um lado, os profissionais sabem e afirmam a importância da produção do cuidado junto aos usuários do PSF; de outro, a vivência, na prática cotidiana, traduz a negação desse fazer-cuidado. Nesse contexto contraditório, o profissional passa a construir sínteses gradativas e sucessivas que lhe permitem agir e afirmar-se associando informações advindas da formação, de conhecimentos estruturados em outras experiências, valores e símbolos demarcadores de seu cotidiano. Assim, ele se configura e xvi reconfigura na prática, segundo o que é exigido no seu fazer concreto e específico, ao mesmo tempo em que plural e múltiplo. A composição do núcleo central indica que qualquer curso ou capacitação que pretenda modificar atitudes - portanto a ação cotidiana dos profissionais do PSF relativas ao cuidado - deve levar em conta e priorizar o debate sobre a ressignificação dos campos semânticos do núcleo central (amor/atenção/acolhimento e humanização), especialmente dos elementos atenção e amor
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13116
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MaisaPR.pdf2,02 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.