Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13267
Título: O tratamento ortodôntico em uma perspectiva a longo prazo: avaliação da estabilidade oclusal e do grau de satisfação dos pacientes
Autor(es): Maia, Nair Galvão
Palavras-chave: Ortodontia. Resultado do tratamento. Satisfação do paciente;Orthodontics. Results of treatment. Patients satisfaction
Data do documento: 28-Fev-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MAIA, Nair Galvão. O tratamento ortodôntico em uma perspectiva a longo prazo: avaliação da estabilidade oclusal e do grau de satisfação dos pacientes. 2011. 62 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: This study aimed to evaluate factors associated to orthodontic treatment stability and patient satisfaction in the long-term. A total of 209 patients (88 class I and 121 class II) treated with straight wire fixed appliance were selected at least 5 years post treatment. Six hundred twenty seven dental casts were examined with the PAR Index at pretreatment (T1), end of treatment (T2), and at long-term follow up (T3, mean 8.5 years post treatment). At T3, a Dental Impact on Daily Living questionnaire was used to assess patient satisfaction with the dentition in the long-term. Friedman test and multiple regression analysis were used to evaluate changes among the time points and factors associated with stability and patient satisfaction. Predictive factors used to exam the occlusion were: PAR Index at T1 and T2, age at T1, the amount of time without retainer, length of Hawley retainer wear, length of follow-up, sex, extraction and third molar status. To assess patient satisfaction were considered: changes produced by the orthodontic treatment (PAR T2-T1), post treatment stability (PAR T3), age at the start of treatment (T1), length of treatment (T2-T1), gender, and extraction. Orthodontic treatment produced a significant improvement of 94.2% in the PAR Index (T2-T1), but this change was not associated with the level of satisfaction when the patient was questioned at T3. No significant change was observed between T2 and T3. However, when the sample was divided according to the level of finalization (PAR T2), it was observed that well-finished patients experienced some deterioration (P<.001), whereas the less well-finished ones showed some improvement (P<.05). Even with the deterioration, the well-finished patients still had a better PAR Index at T3 compared to the less well-finished ones (PAR T2- T3). Regression analysis showed that PAR Index at T1 and T2, age at T1, and length of retainer wear had a slight association with occlusal stability (R2 = 0.27). Patient satisfaction was significantly associated only with PAR Index at T3 (r2=0.125, P<.0001). We can conclude that, even thought orthodontic treatment is quite stable, not so well-finished treatments tend to show some improvement and well-finished ones deteriorate some in the long-term. Despite of that, well-finished patients still have better occlusal characteristics. Patient satisfaction is not related to the result of orthodontic treatment; nevertheless, there is a slight association with dentition in the long-term
metadata.dc.description.resumo: Este estudo objetivou avaliar os fatores relacionados à estabilidade do tratamento ortodôntico e o grau de satisfação dos pacientes em longo prazo. Foram selecionados 209 pacientes (88 classe I e 121 classe II), tratados com aparelhagem fixa straigth-wire com, pelo menos, 5 anos pós-tratamento. Seiscentos e vinte e sete modelos foram examinados através do índice PAR no pré-tratamento (T1) no final do tratamento (T2) e em longo prazo (T3) média de 8,5 anos. O questionário do índice Dental Impact Daily Living (DIDL) foi aplicado em T3 para avaliar a satisfação do paciente com sua oclusão em longo prazo. Foram utilizados o teste de Friedman e a análise de regressão linear múltipla para avaliar as mudanças ocorridas nos períodos de avaliação e os fatores associados com a estabilidade e com o grau de satisfação, respectivamente. As variáveis predictoras para o exame da oclusão foram: índice PAR em T1 e T2, idade em T1, tempo sem contenção 3x3, tempo de uso da contenção de Hawley, duração do tratamento, tempo de acompanhamento pós-tratamento, gênero, tratamento com e sem extração dentária e presença ou ausência de terceiro molar. Para o grau de satisfação, as variáveis foram: mudanças produzidas pelo tratamento (PAR T2-T1), estabilidade póstratamento (PAR T3), idade no início do tratamento (T1), duração do tratamento (T2- T1), gênero e extração dentária. O tratamento produziu uma melhora de 94,2% no índice PAR (T2-T1), porém isso não estava associado ao grau de satisfação quando o paciente foi questionado em (T3). Nenhuma mudança significativa foi observada entre T2 e T3, entretanto, quando a amostra foi dividida de acordo com o grau de finalização (PAR T2), evidenciou-se que pacientes bem finalizados mostraram alguma alteração no resultado do tratamento (P< 0,001), enquanto os casos não tão bem finalizados apresentaram algum grau de melhora (P< 0,05). Entretanto, mesmo com alguma alteração os casos bem finalizados ainda apresentaram um índice PAR melhor em T3 quando comparado com os pacientes não tão bem finalizados. A análise de regressão mostrou que o índice PAR em T1 e T2, a idade em T1 e a duração do uso da contenção tiveram uma moderada associação com a estabilidade oclusal (R²= 0,27). Com relação ao grau de satisfação, apenas o índice PAR em T3 apresentou uma relação significante (R² = 0.125, p < 0,0001). Pode-se concluir que, embora o tratamento ortodôntico seja relativamente estável, em longo prazo, os casos mais bem finalizados tendem a uma pequena alteração dos resultados, enquanto aqueles não tão bem finalizados tendem a alguma melhora, porém esses casos ainda são piores que os bem finalizados em longo prazo. O grau de satisfação do paciente não está relacionado com o resultado do tratamento ortodôntico, porém há uma suave associação com a oclusão presente em longo prazo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13267
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
NairGM_TESE.pdf763,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.