Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13302
Título: O exame neurológico do recém-nascido pré-termo não complicado: avaliação pela escala de saint-anne dargassies, e screening pelas escalas de amiel-barrier-shnider modificada e prechtl ao termo
Autor(es): Alves, Carla Ismirna Santos
Palavras-chave: Prematuridade;Escalas de avaliação neurológica;Desenvolvimento neuromotor;Premature infant;Neurological assessment;Neuromotor development
Data do documento: 11-Jun-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: ALVES, Carla Ismirna Santos. O exame neurológico do recém-nascido pré-termo não complicado: avaliação pela escala de saint-anne dargassies, e screening pelas escalas de amiel-barrier-shnider modificada e prechtl ao termo. 2010. 68 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Abstract: This study compared the evolution of posture, tone and neonatal reflexes in preterm infants without clinical or neurological complications before and after the age of term using the scale of Saint-Anne Dargassies. To reach the age of the term, was applied Scales Amiel-Barrier-Shnider changed and the Prechtl, traditionally used in the evaluation of term newborns, looking for possible changes to the term, while also evaluating the sensitivity of these scales. We studied 20 non-complicated preterm infants, both sexes aged 32-36 weeks, born in Januário Cicco Maternity School, from August 2006 to August 2007. Was applied to the scale of Saint-Anne Dargassies every two weeks until reach the term, and the range of Amiel-Barrier-Shnider changed and the Prechtl, after reaching 39 and 41 weeks. The evaluation result of articular angles was subjected to the test of Friedman ANOVA, significant differences between the three measurements of the scale of Saint-Anne Dargassies only for angles heel-to-ear to term. Neonatal reflexes changed in the period of prematurity were the cardinal points reflexes, Moro reflexes, cross extensions reflex and the automatic walking reflexes. The posture was the parameter which remained unchanged in the three scales. Considering a significance level of 5% by applying Cochran Q Test, it was found that the scale of Saint-Anne Dargassies is more sensitive to detect suspects. With this methodology and the results it was possible to prepare a manuscript: The neurological examination of non-complicated preterm newborns using the Sanit-Anne Dargssies Scale from birth to term: normal or altered? In which we describe that despite the good clinical condition, the RNP show changes in tone and neonatal reflexes. These data are important because though non-complicated RNP need further attention its maturation process, enabling us to detect and intervene early. With these results we can build a scale simplified neurological assessment made with items found most altered during the application of three scales. The development of this project has a multidisciplinary approach, because it involved Paediatric Neurologist, Physiotherapist and Neonatologist, as recommended by PPGCSA
Resumo: Esse estudo comparou a evolução da postura, reflexos neonatais e tônus nos prematuros sem complicações clínicas ou neurológicas antes e após a idade de termo utilizando a escala de Saint-Anne Dargassies. Ao atingir a idade de termo, foi aplicado as Escalas de Amiel-Barrier-Shnider modificada e a de Prechtl, tradicionalmente utilizadas na avaliação do RN de termo, a procura de possíveis alterações ao termo e ao mesmo tempo avaliando também a sensibilidade dessas escalas aplicadas. Foram estudados 20 prematuros não complicados, ambos os sexos com idade gestacional variando de 32 a 36 semanas, nascidos na Maternidade Escola Januário Cicco, no período de agosto de 2006 a agosto de 2007. Foi aplicada a escala de Saint-Anne Dargassies a cada 2 semanas até atingir o termo, e a escala de Amiel-Barrier-Shnider modificada e a de Prechtl, após atingirem 39 e 41 semanas. O resultado da avaliação dos ângulos articulares foi submetido ao teste de Friedman ANOVA, observando-se diferenças significativas entre as 3 medições da escala de Saint-Anne Dargassies, apenas para os ângulos calcanhar-orelha até o termo. Os reflexos neonatais alterados no período de prematuridade foram os dos pontos cardinais, reflexo de Moro, reflexo de alargamento cruzado e o de marcha automática. A postura foi o parâmetro que se manteve sem alterações nas 3 escalas. Considerando um nível de significância de 5% ao aplicar o Cochran Q Test, constatou-se que a escala da Saint-Anne Dargassies é mais sensível para detectar indivíduos suspeitos. Com esta metodologia e com os resultados obtidos foi possível elaborarmos um manuscrito: The neurological examination of non-complicated preterm newborns using the Sanit-Anne Dargssies Scale from birth to term: normal or altered? No qual descrevemos que, apesar da boa condição clínica, os RNP apresentam alterações de tônus e reflexos neonatais. Esses dados são importantes porque apesar de RNP não complicados necessitam de uma maior atenção em todo seu processo maturacional, o que nos permitiria detectar e fazer uma intervenção precoce. Com os resultados obtidos conseguimos construir uma escala simplificada de avaliação neurológica constituída com os itens mais alterados encontrados durante a aplicação das 3 escalas. O desenvolvimento deste projeto tem um enfoque multidisciplinar, pois envolveu Neurologista Pediatra, Fisioterapeuta e Neonatologista, como preconizado pela PPGCSA
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13302
Aparece nas coleções:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ExameNeurológicoRecém-nascido_Alves_2010.pdf613,21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.