Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13350
Título: Avaliação do cuidado na estratégia saúde da família em metrópoles do nordeste brasileiro
Autor(es): Rocha, Nadja de Sá Pinto Dantas
Palavras-chave: Atenção primária à saúde. Saúde da família. Avaliação em saúde;Primary health care. Family health. Health evaluation
Data do documento: 18-Out-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ROCHA, Nadja de Sá Pinto Dantas. Avaliação do cuidado na estratégia saúde da família em metrópoles do nordeste brasileiro. 2013. 109 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: Objective: To evaluate the implementation of the Family Health Strategy (FHS) in Brazilian cities of the Northeast, expanding coverage, analyzing the progress, challenges and innovations. Methods: Multicentric Evaluation Research, Studies Baselines in urban centers, using as a case study method. Selected cases of Aracaju, being capital, advanced coverage with extended team, and Fortaleza, capital coverage incipient and minimal staff. In Fortaleza, purposive sample of 11 Units Primary (APS), 03 managers, 53 professionals and 109 users. In Aracaju, 09 units of APS, 02 managers, 36 professionals, and 90 users. Structured interviews for managers, and structured to professionals and users. Descriptive analysis focusing on the political and institutional dimensions, organization and comprehensive care. Results: There was consensus that the ESF is the preferred port users and acts as inducing changes in care. In the case of Fortaleza, the specificities were: care protocols and community activities aimed at chronic conditions (100%) , with greater participation of doctors and nurses (93%) ; conjunction with more complex services, but the teams reported difficulties with the examination center and experts, the long waits and poor access to local services were the main difficulties reported by users., As innovative practice, the therapeutic group of elderly caregivers mentioned by respondents; There was intersectoral initiatives and teams 87 % of users have participated in meetings about health problems. In the case of Aracaju, care protocols were directed to the lines of care and formulated locally, 85 % coverage of the population with FHS counterpart local financing; employees hired by public tender; 70 % of teams with expertise in public health center for continuing education acting; democratization in management; access technologies, welcoming and computerization in different integrated networks, and evaluation matrix. Conclusions: The ESF has promoted access to health care and inclusion of disadvantaged populations. Different perceptions and practices in the organization of care, with distinct trajectories of reorganization. In the case of Fortaleza, predominance of model programs valuing older, with evidence of advances in care practices and teamwork, but restricted to primary care practices and incipient in public policy perspective. In Aracaju, had network integration with technologies related to the family, in which the ESF is consolidated as public policy. It can be argued that the XII APS expanding coverage, exhibited efficacy, despite the challenges inherent to the different degrees of implementation
metadata.dc.description.resumo: Objetivo: avaliar a implementação da Estratégia Saúde da Família (ESF), em metrópoles brasileiras da Região Nordeste, em expansão de cobertura, analisando os avanços, desafios e inovações. Método: Pesquisa Avaliativa Multicêntrica, Estudos Linhas de Base em centros urbanos, usando como método o Estudo de Caso. Selecionados os casos de Aracaju, por ser capital, cobertura avançada com equipe ampliada, e, Fortaleza, capital, cobertura incipiente e com equipe mínima. Em Fortaleza, amostra intencional de 11 Unidades de Atenção Primária (APS), 03 gestores, 53 profissionais e 109 usuários. Em Aracaju, 09 Unidades de APS, 02 gestores, 36 profissionais e 90 usuários. Entrevistas semiestruturadas para gestores, e estruturadas para profissionais e usuários. Análise descritiva com enfoque nas dimensões político-institucional, organização da atenção e cuidado integral. Resultados: Houve consenso de que a ESF é a porta preferencial dos usuários e atua como indutora nas mudanças do cuidado. No caso de Fortaleza, as especificidades foram: protocolos assistenciais e atividades comunitárias voltadas às situações crônicas (100%), com maior participação de médicos e enfermeiros (93,3%); articulação com serviços de maior complexidade, porém as equipes referiram dificuldades com a central de exames e especialistas; o longo tempo de espera e o difícil acesso aos locais do atendimento foram as principais dificuldades referidas pelos usuários; Como prática inovadora, o grupo terapêutico de cuidadores de idosos foi referido pelos entrevistados; Não havia iniciativas intersetoriais pelas equipes e 87% dos usuários não participaram de reuniões sobre problemas de saúde. No caso de Aracaju, havia protocolos assistenciais voltados às linhas de cuidado e formulados localmente; 85% de cobertura populacional da ESF com contrapartida de financiamento local; profissionais admitidos por concurso público; 70% das equipes com especialização em saúde pública; centro de educação permanente atuante; democratização na gestão; tecnologias de acesso, acolhimento e de informatização em distintas redes integradas; e, avaliação matricial. Conclusões: A ESF promoveu acesso aos cuidados de saúde e inclusão de populações desfavorecidas. Diferentes percepções e práticas na organização do cuidado, com trajetórias distintas de reorganização. No caso de Fortaleza, predomínio do modelo de programas valorizando idosos, com evidências de X avanços nas práticas de atenção e no trabalho em equipe, porém restritas ao primeiro nível de atenção e com práticas incipientes na perspectiva de política pública. Em Aracaju, havia integração em redes com tecnologias voltadas à família, em que a ESF se consolida como política pública. Pode-se afirmar que, a APS em expansão de cobertura, apresentou eficácia, apesar dos desafios inerentes aos distintos graus de implementação
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13350
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
NadjaSPDR_TESE.pdf865,44 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.