Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13375
Título: Análise da presença de agentes mutagênicos nas águas do Rio Pitimbú/RN
Autor(es): Egito, Lucila Carmem Monte
Palavras-chave: Mutagenicidade;Genotoxicidade;Águas superficiais;Allium cepa;Teste de Ames;Teste Cometa;Teste de micronúcleo;Mutagenesis;Genotoxicity;Superficial waters;Allium cepa test;Ames test;Micronuclei
Data do documento: 21-Dez-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: EGITO, Lucila Carmem Monte. Análise da presença de agentes mutagênicos nas águas do Rio Pitimbú/RN. 2006. 91 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: The Pitimbu River is located at the oriental portion of the State of Rio Grande do Norte, including three importants cities named Macaíba, Parnamirim e Natal. Although its high importance as a water source, which supplys great part of the South Zone of the Natal city, this river receives a large quantity of domestic and industrial waste water without treatment. The Pitimbu River headhas its river-head located in the city of Macaiba, goes through Parnamirim, then it flowing into at the Jiqui Lake in Natal. The aim of this study was to evaluate, qualitatively and quantitatively, the environmental quality of the Pitimbu River by genotoxicity bio-assays, which are important tools for genetics toxicological evaluation. In this work, five samples sites, distributed along the river, were used to collect water samples. Another point site, located near Jiqui lake, was used to collect drinkable water, which was treated by CAERN, the water treatment entreprise of Rio Grande do Norte. The following assays where used to evaluate the quality of these samples: Allium cepa assay; Comet assay; Micronuclei (MN) assay; and Ames test. For the Allium cepa assay, sixteen specimes where used for each water sample from the sample sites. In this assay both microscopic, like cytogenetic damage, and macroscopic aspects, as morphological variation were evaluated. Red blood cells from periferical blood of the Crenicichla menezesi native specie were used not only for the MN assay, but also for the Comet assay. These fishes were collected at different points on the Pitimbu River and the negative control was developed using fishes of the same species that were bring to the laboratory and maintained for 100 days in the optimal experimental conditions. For the Ames test, TA100, YG1042, TA98 and YG1041 strains were used in the directed method without metabolic activation. The results found by the Allium cepa assay showed that two water sample sites induced increase of mitotic index (IM). Additionally, compared to the control, all the water samples increased the chromossomal aberrations frequency and/or micronucleus. Among the sample sites, two also showed an abnormal growth rate in its root and two samples induced morphological alteration. With the MN test in red blood cells, a high frequence of MN was observed in tree sample. By comparing all the results obtained on the water sample points and with the negative control, a significant variation on the MN frequency was observed. Positive results were also observed for the same sample to water test by the Comet assay. These results allow concluding that the proposed specie Crenicichla menezesi has a good profile as a bio-indicator for the evaluation of environmental water quality and the MN and comet test can be usuful for in situ evaluation. By the Ames test, it was possible to detect the mutagenic activity on the waters from the Pitimbu River in different levels of mutagenicity. This result suggests that this river has several substances that induced changes directly to the DNA. The mechanisms involved to this phenomenon could be by both processes, by changing of the reading frame and by nucleotide substitution. These data set indicate the presence of mutagenic agents, which can represent in risk to biot and human beens
metadata.dc.description.resumo: O rio Pitimbu localiza-se no litoral oriental do Estado do Rio Grande do Norte, mais precisamente na grande Natal, nos municípios de Macaíba, Parnamirim e Natal. Embora se trate de um importante manancial, abastecendo parte da zona sul da capital do Estado, suas águas têm sido alvo de dejetos industriais e domésticos, os quais não recebem tratamento adequado. O rio Pitimbu tem sua nascente situada no município de Macaíba e deságua na lagoa do Jiquí, e parte em direção a praia de Pirangi, lançando suas águas no mar. O presente estudo teve como objetivo avaliar quantitativamente e qualitativamente a qualidade das águas do rio Pitimbú, através de bioensaios de genotoxicidade que são ferramentas de grande importância nos estudos de genética toxicológica. Neste trabalho foram coletadas amostras de água de cinco pontos distribuídos ao longo do rio e amostras da água da lagoa do Jiqui após tratamento feito pela CAERN (Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte). Essas amostras foram analisadas através dos seguintes ensaios: teste de Allium cepa; o ensaio Cometa; o teste de Micronúcleo (MN); e o teste de Ames. Para realização do teste em Allium cepa foram utilizados 16 indivíduos para cada amostra testada, foram feitas análises dos aspectos microscópicos (danos citogenéticos) e macroscópicos (variações morfológicas). Eritrócitos de sangue periférico da espécie nativa Crenicichla menezesi, foram utilizados tanto para execução do teste de MN como para o ensaio Cometa, os exemplares desta espécie foram coletados em diferentes pontos do rio Pitimbu e o controle negativo foi realizado com peixes da mesma espécie que foram trazidos para o laboratório e mantidos por 100 dias em condições ideais. Para execução do teste de Ames foram utilizadas as linhagens TA100, YG1042, TA98 e YG1041, sem ativação metabólica, o qual foi realizado pelo método direto. Os resultados obtidos no teste de Alium cepa monstraram que dois pontos de coleta de água induziram alterações no índice mitótico (índice de proliferação celular); além disso, todas as amostras de água do rio induziram aumento na freqüência de aberrações cromossômicas e/ou de MN, em relação ao grupo controle. Dois dos pontos de coleta também apresentaram alteração no crescimento da raiz e dois pontos produziram modificações morfológicas. Com o teste MN em eritrócitos uma alta freqüência de MN foi observada para três amostras coletadas. Resultados positivos nas mesmas amostras teste também foram obtidos com o ensaio cometa. Estes resultados sugerem que a espécie Crenicichla menezesi pode ser considerado como um bom bioindicador para análise de qualidade ambiental e que os testes de MN e cometa são viáveis para análise in situ. No teste de Ames, foi possível detectar a presença de atividade mutagênica nas águas do rio Pitimbu em diferentes níveis de mutagenicidade, sugerindo a presença de compostos que agem de forma direta no DNA tanto por mudança do quadro de leitura quanto por substituição de pares de bases. Em conjunto os dados indicam a presença de agentes mutagênicos, o que pode representar risco para a biota e os seres humanos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13375
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LucilaCME.pdf759,18 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.